Marketing

Como atrair clientes para a loja virtual? Confira 7 dicas

Postado por Livia Ferreira

Atualizado em março 3, 2022 por Nuvemshop Acesso

Veja como atrair clientes para sua loja virtual:

  1. Tráfego orgânico e pago
  2. SEO 
  3. Blog
  4. Mídia paga
  5. SMM
  6. Redes sociais orgânicas
  7. Retenção de clientes

Confira o artigo e veja como implementar essas estratégias.


Entender como atrair clientes para a loja virtual é uma tarefa cada vez mais estratégica para o e-commerce. Apenas entre os anos de 2015 e 2016, mais de 9 milhões de brasileiros fizeram a sua primeira compra online. São nada menos do que 48 milhões de consumidores digitais, quase um quarto da população do país.

As informações foram obtidas da 35ª edição do Relatório Webshoppers, promovido pela e-Bit. As previsões para este ano são ainda mais animadoras para quem compra e vende online. 

Mas, afinal, como atrair clientes para a loja virtual e aumentar as vendas da sua loja online? Continue a leitura e confira!

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    7 dicas de como atrair clientes para sua loja virtual

    Os negócios digitais apresentam uma série de vantagens para consumidores e varejistas, mas, para este último grupo, é necessário ter bastante atenção à estratégia de atração utilizada.

    Além de compreender quais são as dores do público, sua empresa precisa oferecer diferenciais que a façam se destacar no mercado e driblar a concorrência.

    Veja, a seguir, algumas dicas de como atrair clientes para a sua loja virtual:

    1. Tráfego orgânico e pago

    Atrair clientes para a sua loja virtual dependerá de dois tipos de contato que os usuários poderão ter com o seu conteúdo: 

    • Orgânico: o envolvimento orgânico ocorre por interesse do visitante e geralmente depende de esforços em Search Engine Optimization (SEO), “otimização para motores de busca”, ou viralização de conteúdos em redes sociais;
    • Pago: o tráfego pago para o seu site é originado das campanhas que envolvam investimento em publicidade, tanto em mecanismos de pesquisa quanto em redes sociais.

    Você pode investir em apenas um deles, mas o ideal é que aposte na combinação dos dois ingredientes para conquistar potenciais clientes em momentos distintos. Dessa forma, quando o cliente procurar alguma informação para resolver um problema, encontrará a sua página na internet. 

    2. SEO 

    Uma pesquisa divulgada pela ferramenta Moz mostrou que 88% dos entrevistados haviam utilizado mecanismos de pesquisa para encontrar mais informações sobre uma empresa ou um produto específico. Não é à toa que a maioria dos esforços é centrada na pesquisa sob a perspectiva do usuário.

    Quando falamos em busca orgânica, não podemos falar de SEO. Em resumo, SEO é a sigla para Search Engine Optimization, ou “otimização para motores de busca”. É um conjunto de técnicas focadas em aumentar a relevância de um site nos motores de busca, como Google, Bing, Yahoo etc.

    No entanto, é preciso conhecer as estratégias de SEO para e-commerce antes de aplicar na sua loja virtual.

    Pode soar uma boa ideia tentar ranquear o seu site para a palavra-chave “camisetas” se esse é o seu produto. No entanto, dados coletados pelo Moz mostram que pesquisas de termos muito abrangentes representam apenas 30% das buscas de clientes interessados em comprar um produto.

    Se um usuário quiser comprar uma camiseta, ele vai dar pistas ao fazer a busca: “camiseta branca”, “camiseta estampada” ou “camiseta listrada”, por exemplo. O nome dessa estratégia é long tail, ou cauda longa. Se estiver começando sua estratégia de SEO agora, dê preferência a esse tipo de palavra-chave para ganhar visibilidade.

     3. Blog

    Se a sua intenção é saber como atrair clientes para loja virtual de forma orgânica, a criação de um blog para negócios é uma estratégia sólida.

    Com o emprego correto de palavras-chave e assuntos interessantes para a persona, os resultados a médio e longo prazo podem ser muito positivos.

    Um e-commerce pode vender produtos inspiradores (como itens de decoração e moda) ou funcionais (como cabos e fios), por exemplo. 

    Seja qual for o setor, sempre existirá um cliente que precisa se inspirar ou se informar. E quem é melhor para falar sobre as funcionalidades de um produto do que quem trabalha com ele?

    Pequenas e médias empresas que sabem como atrair clientes para sua loja virtual desempenham essa tarefa com qualidade. Para isso, empregam táticas de SEO nos conteúdos e apostam mais em informação do que em persuasão. 

    O emprego bem feito de estratégias de SEO em blogs melhora o ranqueamento da página, fazendo com que seu conteúdo apareça em primeiro lugar nas pesquisas do Google.

    💡Saiba mais: Como e por que criar um blog para e-commerce 

    4. Mídia paga

    São todas as iniciativas que envolvem os anúncios pagos da sua loja virtual em mecanismos de pesquisa, como Google (Search, Shopping, Display), Bing e Yahoo.

    Existem inúmeros tipos de anúncios dentro desses mecanismos, mas vamos dar foco às duas principais plataformas do Google para quem deseja saber como atrair clientes para a loja virtual:

    Os anúncios do Google Search funcionam assim: na plataforma do AdWords, o anunciante dá lances ou paga por cliques em um termo de pesquisa que seja do interesse do seu negócio. 

    Esse termo pode ser o próprio nome da loja, uma categoria, um produto ou uma palavra que tenha relação com o seu negócio. Quanto mais concorrida é a palavra-chave, mais caro é o lance ou menor a quantidade de impressões.

    Assim, um visitante que digita “comprar óculos online” pode se deparar com um anúncio de uma grande ótica. Outro usuário que procura por “quadros decorativos baratos” pode encontrar anúncios de grandes varejistas, como Walmart e Lojas Americanas, por exemplo.

    Quer aprender uma forma fácil e simples de gerenciar e organizar suas campanhas de AdWords? Então, não deixe de fazer o download de nossa planilha gratuita:

    📈Confira a planilha: Gerenciamento do Google AdWords

    Google Shopping

    O Google Shopping é uma plataforma de anúncios que funciona como o Google Search, mas é extremamente estratégico para lojas virtuais, já que exibe fotos do produto.

    Caso você digite “roupas infantis” no Google, é bem provável que o primeiro resultado seja do Shopping. É importante destacar que a plataforma depende de esforços em SEO para imprimir mais anúncios. Também é preciso atrelar a sua conta do Google Adwords à conta do Google Merchant Center.

    O Google Shopping não integra meios de pagamento — ele apenas exibe a foto e as principais informações do seu produto para que o consumidor consiga comparar preços e clicar no anúncio que for mais interessante para a sua pesquisa.

    💡 Saiba mais: Como vender no Google Shopping em 6 passos

    5. SMM

    SMM é a sigla para Social Media Marketing, ou seja, marketing para mídias sociais. Essa estratégia, portanto, envolve as iniciativas pagas em redes sociais. 

    Se você deseja saber como fazer promoções para atrair clientes, uma funcionalidade interessante da ferramenta de anúncios do Facebook é a criação de cupons.

    Você pode optar por oferecer um código exclusivo mediante assinatura de e-mails da sua loja ou aumentar as vendas de imediato oferecendo um cupom de código comum. Também é possível limitar o tempo e quantidade de cupons de desconto pela plataforma.

    💡 Saiba mais: Como oferecer cupom de desconto na sua loja virtual

    6. Redes sociais orgânicas

    O alcance orgânico dos posts das redes sociais é mais baixo quando comparado a dos anúncios. Lojas virtuais pequenas e médias têm que lançar mão de artifícios para mudar esse padrão.

    Os algoritmos do Facebook e do Instagram distribuem uma publicação com base no conteúdo (fotos e vídeos geralmente têm alcance maior). Outro critério importante é o engajamento dos fãs e seguidores da página. 

    Nesses casos, para obter o máximo das redes sociais orgânicas, o segredo é trabalhar a viralização do conteúdo para atrair novos clientes. Veja como: 

    • Concursos culturais: uma das regras desse tipo de promoção é pedir ao usuário que marque amigos para participar do concurso. Quanto mais criativa for a sua proposta e o prêmio, melhores os resultados;
    • Identidade visual: usuários costumam interagir mais com fotos do que com textos. Procure utilizar imagens em alta qualidade nas redes sociais e que comuniquem com a identidade da sua marca.

    💡 Saiba mais: Passo a passo de como vender nas redes sociais em 2022

    7. Retenção de clientes

    A Glambox é uma empresa que utiliza as influenciadoras digitais, que testam os produtos recebidos todos os meses, para produzir vídeos sobre os itens. Os conteúdos mais acessados ficam disponíveis no site da marca.

    Em modelos de negócio baseados exclusivamente em recorrência, melhorar a retenção de clientes é tão ou mais importante do que atrair novos. 

    Pensando nisso, propor ações direcionadas a melhorar a experiência do cliente é uma maneira de fortalecer a relação entre as partes e, consequentemente, reter os consumidores.

    banner de conversão para Nuvemshop

    Neste post, falamos sobre como atrair clientes e abordamos o primeiro estágio do ciclo de Inbound Marketing. Porém, é importante levar em conta os clientes já fidelizados para aprimorar suas experiências. Assim, você garante não apenas níveis de satisfação mais altos como também a divulgação espontânea dos seus produtos.

    Agora que já sabe como atrair clientes para loja virtual, é hora de entender como fidelizá-los. Continue por aqui e confira estratégias de fidelização de clientes.

    Gostou? Compartilhe!