Marketing

Passo a passo de como vender nas redes sociais em 2022

Postado por Livia Ferreira

Atualizado em junho 10, 2022 por Nuvemshop Acesso

Veja como vender nas redes sociais:

  1. Descubra os interesses do público
  2. Crie conteúdos de qualidade
  3. Defina as metas
  4. Conheça bem a concorrência
  5. Tenha uma identidade visual
  6. Monte um cronograma de postagens
  7. Mantenha o ritmo de publicação
  8. Invista no relacionamento com o público
  9. Monitore os resultados
  10. Pense em ações criativas
  11. Aposte em anúncios
  12. Amplie o seu alcance 
  13. Use as ferramentas certas
  14. Use o social selling

Acompanhe a leitura e conheça as vantagens.


Atualmente, qualquer lojista pode usar os recursos das mídias digitais para dar visibilidade à marca e impulsionar as vendas. Mais do que uma ferramenta de divulgação, elas oferecem todas as funcionalidades para quem quer aprender como vender nas redes sociais.

A todo momento estão surgindo novas redes. Em paralelo, as antigas recebem atualizações constantes para atrair mais usuários e facilitar a vida de quem vende online. 

Confira, a seguir, o passo a passo de como vender nas redes sociais e impulsione o seu negócio em 2022!

Como vender nas redes sociais?

Por anos, os processos de compra e venda têm passado por mudanças, principalmente depois da adoção em massa das redes sociais. Os usuários estão cada vez mais imediatistas, já que o mundo está inserido nessa cultura da velocidade. 

Quem não consegue acompanhar essas mudanças e oferecer uma experiência de compra online satisfatória acaba perdendo potenciais clientes. Além disso, é necessário entender onde a audiência está para, a partir daí, traçar estratégias para atingir esse público.

💡Saiba mais: Como está a experiência do consumidor no e-commerce

Quer entender como vender nas redes sociais? Confira o passo a passo:

1. Descubra os interesses do público

Você conhece bem a sua audiência? Consegue traçar o perfil dos seus clientes para entender quem é a pessoa que compra o seu produto ou serviço? Esse conhecimento é fundamental para direcionar as ações das redes sociais para o grupo certo.

Estudos demográficos — para identificar o gênero, a faixa etária, as preferências etc. — podem ajudar a entender o comportamento dos consumidores e, a partir daí, guiar sua equipe na hora de produzir os conteúdos.

2. Crie conteúdos de qualidade

Todos os lojistas que procuram entender como vender mais nas redes sociais acabam se deparando com a mesma questão: é preciso criar conteúdos relevantes.

Depois de entender os interesses da persona, chega o momento de fazer publicações que comuniquem com o público e solucionem suas dores. É aí que entra o marketing de conteúdo.

Mesmo que, inicialmente, as postagens não gerem vendas diretas, elas ajudarão a despertar o interesse dos seguidores e, consequentemente, difundir a sua marca nas redes sociais.

3. Defina as metas

Qual é o seu objetivo nas redes sociais? Dentre os mais comuns estão divulgar a marca, criar uma audiência sólida, atrair clientes e, claro, vender mais.

Para estabelecer uma estratégia bem alinhada, é necessário ter clareza quanto às metas do seu negócio e como as redes sociais podem ser uma ferramenta para alcançar esse sucesso. 

4. Conheça bem a concorrência

Uma coisa é certa: potenciais clientes, consumidores e concorrentes usam as redes sociais para negócios. 

Mapear as empresas que oferecem o mesmo serviço ou os mesmos produtos que você é fundamental para entender o mercado e saber em quais pontos atacar.

Isso não quer dizer que você deva copiar a concorrência, apenas entender como ela está suprindo as necessidades dos clientes e de que forma você pode superá-la oferecendo uma experiência melhor.

💡Saiba mais: Experiência do cliente: dicas de como encantar na hora da entrega

5. Tenha uma identidade visual

Identidade visual é o conjunto de elementos, cores, formas, entre outros, que representam visualmente uma marca. Isso quer dizer que uma identidade visual bem construída é capaz de fortalecer sua empresa diante do público, principalmente online.

Um dos segredos de como vender nas redes sociais é construir uma identidade coerente, dentro dos interesses do público e impactante. Dessa forma, os potenciais clientes lembrarão da sua empresa quando precisarem solucionar um problema.

Além disso, em redes sociais cujo apelo por belas imagens é maior, como é o caso do Instagram, ter um projeto visual sólido é fundamental.

6. Monte um cronograma de postagens

Grande parte do sucesso das vendas nas redes sociais vem de uma boa organização. Por isso, separe um tempo para planejar a produção e publicação dos conteúdos, lembrando sempre de considerar a persona do negócio e a identidade visual da marca.

Elabore um cronograma semanal, contemplando as postagens diárias e nos horários que sua audiência mais usa a rede social. 

Se seu público normalmente fica online no Instagram entre 11h e 14h e no Facebook entre 18h e 20h, respeite esses horários. 

7. Mantenha o ritmo de publicação

De nada adianta elaborar conteúdos relevantes se você não publica com regularidade. Os algoritmos das redes sociais priorizam as páginas que postam com frequência, por isso é fundamental seguir à risca o cronograma elaborado.

Comece fazendo poucas publicações e vá aumentando com o tempo, conforme o engajamento do público também aumenta. Depois de fazer testes, estabeleça a frequência ideal e cumpra as datas planejadas, fazendo o monitoramento das redes sociais.

8. Invista no relacionamento com o público

Parte de como vender nas redes sociais está relacionada com a forma como sua marca interage com os usuários, responde às dúvidas e acolhe os feedbacks. Ou seja, é necessário fornecer atendimento ao cliente e ao potencial cliente adequadamente.

A premissa das redes sociais é criar um diálogo próximo entre as pessoas, promovendo um ambiente propício a conversas e interações. Portanto, aproveite esse espaço para estreitar os laços com o público e criar uma imagem positiva da marca.

💡Saiba mais: O que é branding: estratégias de gestão de marcas na sua empresa

9. Monitore os resultados

Também é preciso ficar de olho nos resultados alcançados com sua estratégia nas redes para entender se suas ações estão dando certo. Caso contrário, é o momento de entender os motivos do insucesso e traçar novas rotas.

Outro ponto importante é reforçar aquelas estratégias que estão dando certo, mas sem cair na repetição. Inovação é fundamental para manter a audiência engajada.

10. Pense em ações criativas

E, por falar em inovação, não deixe de desafiar sua equipe criativa a trazer novas ideias para aumentar o número de seguidores e, consequentemente, de potenciais clientes.

Uma estratégia válida e muito usada pelas empresas é chamar a própria audiência para participar, seja compartilhando os conteúdos ou propondo temas para os conteúdos que ela quer ver na sua página.

11. Aposte em anúncios

Caso você tenha verba suficiente para isso, pense em investir nos anúncios pagos. Combinados a uma boa estratégia orgânica, eles podem fazer com que suas publicações alcancem um número ainda maior de pessoas.

Selecionar os posts mais estratégicos para impulsionar, ou seja, aqueles que têm maior potencial de atrair potenciais clientes, é um ponto de partida para iniciar uma estratégia de tráfego pago que irá aumentar o alcance do seu negócio.

12. Amplie o seu alcance 

Como mencionamos no início deste artigo, novas redes sociais surgem a todo momento, o que leva as empresas a pensarem quais os benefícios que a nova plataforma pode trazer para os negócios.

Antes de criar o perfil da sua marca em todas as redes sociais possíveis, pense em qual delas o seu público se faz presente, quais apresentam boas possibilidades de vendas e, principalmente, quais combinam com seus produtos e serviços.

13. Use as ferramentas certas

Para medir os resultados da sua estratégia, nada melhor do que ter dados confiáveis e precisos para analisar. E, para conseguir esses dados, há uma gama de ferramentas disponibilizadas pelas próprias redes sociais.

O Analytics, por exemplo, ajuda a entender como as publicações estão performando e como o público está interagindo com os conteúdos. 

💡Saiba mais: 10 métricas do Google Analytics para monitorar suas vendas

14. Use o social selling

O conceito de social selling, ou venda social, está ligado diretamente a como vender nas redes sociais. Isso porque a estratégia consiste em usar os canais de mídia social para se conectar aos potenciais clientes e, dessa forma, estabelecer um relacionamento com eles.

Por meio das redes sociais, é possível criar um diálogo, estreitar os laços, e propor soluções reais para os problemas dos usuários. Esse é um recurso inovador frente aos antigos métodos de vendas, que envolviam ligações não autorizadas e conversas agressivas.

Quais as vantagens de vender pelas redes sociais?

As redes sociais fazem parte da vida das pessoas, servindo como ferramentas de comunicação, interação, compra/venda e, claro, fidelização de clientes.

Se você ainda está em dúvida sobre como vender nas redes sociais e se vale a pena investir nessas plataformas, confira, a seguir, as principais vantagens:

Dar mais visibilidade à marca

Atualmente, quando uma pessoa deseja saber mais sobre uma marca ou produto, ela procura diretamente nas redes sociais. Essa é a forma mais prática e rápida de conhecer um negócio, por isso é tão importante estar presente nessas plataformas.

Reduzir o ciclo de vendas 

As redes sociais podem reduzir o ciclo de vendas de um produto ou serviço, porque ela ajuda a agilizar o processo de decisão por parte do cliente. 

As pessoas procuram informações sobre a empresa e o produto na internet antes de concretizar uma compra. Se a sua página tiver todos os esclarecimentos na página, as chances de o usuário fechar negócio são muito maiores.

Isso quer dizer que quanto melhor for o conteúdo produzido, mais fácil será para captar os leads qualificados — pessoas mais propensas a finalizar a compra.

Nutrir e educar os leads

Conteúdos de qualidade e relevantes para a persona têm o poder de educar o mercado sobre o seu produto e, consequentemente, preparar o lead para fechar a compra. 

Além disso, a proximidade entre a empresa e o potencial cliente ajuda a entender mais a fundo quais são as reais necessidades da audiência.

Aumentar o tráfego para sua loja virtual

Muitas vezes, o trabalho de venda começa nas redes sociais, mas termina no e-commerce da empresa. Isso é benéfico para atrair mais pessoas para a sua loja virtual.

Afinal, as plataformas de mídia social são perfeitas para divulgar os produtos, servindo como uma vitrine virtual.

banner de conversão para Nuvemshop

Atrair clientes e fortalecer o relacionamento

O WhatsApp é um ótimo exemplo de rede social usada pela maioria da população brasileira. Seguindo essa tendência, as lojas começaram a oferecer atendimento pelo Whatsapp

Oferecer esse tipo de recurso é um atrativo para os potenciais clientes, já que reduz os gargalos na comunicação e facilita o processo de compra. Esse é um diferencial que sua empresa não pode deixar de oferecer ao público, já que permite atrair e fidelizar clientes.

💡Saiba mais: Como vender pelo WhatsApp e melhorar o engajamento com o cliente

Promover a retenção e fidelização

Por fim, as redes sociais não são apenas um canal para atrair pessoas interessadas pelo seu produto. Elas são poderosas para encantar os clientes, reter essas pessoas e fidelizá-las.

O trabalho do pós-venda também é fundamental para gerar novas oportunidades de negócios. Conhecendo bem o cliente, é possível oferecer produtos e serviços específicos para sanar determinada dor. 

Como vender nas principais redes sociais?

Muitos donos de loja online utilizam alguma das principais redes sociais disponíveis hoje. Mais do que ferramentas de divulgação, muitas redes hoje oferecem funcionalidades específicas para vender online.

Embora haja muitas plataformas novas, as antigas continuam se atualizando para oferecer novos recursos. Algumas delas, certamente, vão te ajudar a vender mais em 2022.

Veja, abaixo, como vender nas redes sociais mais acessadas atualmente:

Facebook e Instagram

Embora essas duas redes sociais tenham evoluído e seguido caminhos diferentes ao longo dos anos, elas estão cada vez mais unidas. As ferramentas são compartilhadas, uma vez que pertencem à mesma empresa, por isso evoluem na mesma proporção.

Hoje em dia é possível criar lojas dentro do Facebook e do Instagram. Dentro da sua estratégia, elas podem ser uma ótima extensão para o seu e-commerce. 

Contudo, antes de explicarmos como essas plataformas podem ajudar você, tenha certeza de que:

  • Seu e-commerce possua uma página própria no Facebook, além de uma conta empresarial no Instagram;
  • Você tenha um cadastro para impulsionar postagens e fazer anúncios nessas duas redes;
  • Após ter uma página, você pode criar uma loja para ela no Facebook;
  • Sua loja do Facebook pode aparecer também no Instagram — mas, para isso, você precisa criar uma conta business nessa rede.

Se você tem uma loja montada em uma plataforma de e-commerce, poderá automatizar muitos processos. As lojas no Facebook e do Instagram permitem que você venda os produtos que oferece no seu e-commerce a partir das páginas das redes sociais.

Você escolhe os produtos que quer incluir e o Facebook importa tudo do seu site. As plataformas contam com apps, plugins e módulos que fazem essa integração.

Por fim, as lojas facilitam a criação de anúncios e permitem aos usuários adquirir seus produtos clicando diretamente nas redes e sendo levados ao carrinho ou check-out.

TikTok

O ano de 2021 certamente foi marcado pelo fenômeno do TikTok. Em todo o mundo, essa rede social baseada em vídeos curtos, literalmente, distribuiu dinheiro para elevar sua base de usuários.

Depois disso, novas funcionalidades foram sendo adicionadas e, agora, com mais maturidade, a rede já prepara planos para abrigar a presença de empresas e marcas.

Grandes negócios já iniciaram sua incursão. O ganho de popularidade dos “desafios de hashtags” já envolveram o marketing dos gigantes. A ideia é promover o engajamento por meio de pequenos desafios sugeridos aos usuários.

E, assim como no Instagram, o TikTok agora já possui algumas ferramentas para links externos — o que permite anunciar produtos de maneira criativa.

A tendência do TikTok é tão forte que o Instagram já anunciou mais ênfase nos vídeos para este ano, além da provável chegada do YouTube Shorts.

Twitch

O público gamer, certamente, já conhece essa plataforma. O Twitch é uma rede social na qual as pessoas podem fazer transmissões ao vivo, seja de palestras, entrevistas, apresentações, shows e, claro, jogos eletrônicos.

Enquanto um usuário transmite um conteúdo ao vivo, uma enorme audiência assiste e interage. A plataforma multiplicou exponencialmente o número de usuários nos últimos tempos — principalmente depois da pandemia do novo coronavírus.

A partir das novas atualizações, o público pode ser segmentado a partir das suas características de consumo. Dessa forma, fica cada vez mais fácil direcionar os seus esforços de vendas para a audiência certa.

Saber como vender nas redes sociais envolve estudo, planejamento e uma boa equipe para colocar a estratégia em prática! Se você gostou das dicas e deseja implementar essa estratégia no seu negócio, veja como fazer uma campanha de sucesso nas redes sociais.

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!