Marketing

O que é e como fazer uma descrição de produto?

Postado por Talitha Adde

Atualizado em março 21, 2022 por Talitha Adde

A descrição de produtos é fundamental para despertar o interesse de potenciais compradores e convencê-los de uma compra. Quando se trata de vendas pela internet, essa estratégia ganha ainda mais importância. Afinal, é por meio da descrição que uma pessoa passa a conhecer sobre o item ofertado. 

No entanto, saber como descrever um produto vai muito além de listar os atributos da mercadoria. É preciso oferecer informações completas para que o cliente entenda tudo sobre a solução que está sendo vendida. 

Então, quer saber o que não pode faltar na descrição de produtos para loja virtual? Neste artigo, você vai saber tudo sobre o assunto! Vamos lá? 

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    O que é descrição de produtos?

    Descrição de produtos é um texto que reúne os principais dados, características e benefícios de uma mercadoria. O objetivo é informar um possível cliente e, idealmente, convertê-lo para uma venda. 

    De modo resumido, a descrição de um produto em loja virtual precisa atender os principais requisitos: 

    • Atrair a atenção dos compradores;
    • Explicar o que é o produto
    • Evidenciar quais problemas do cliente a mercadoria resolve;
    • Ser clara e concisa;
    • Informar materiais de fabricação, origem e como utilizar o produto.

    Para saber o que colocar em uma descrição de produtos é necessário entender como fazê-la. Para isso, listamos algumas dicas. Confira a seguir: 

    1. Faça uma descrição do produtos para o seu cliente 

    Todo o tipo de texto que for escrito para descrever um produto deve ser pensado para conversar com o seu público-alvo. Por isso, é importante saber quem é a sua persona, ou em outras palavras, a representação do seu cliente ideal. 

    Por isso, entenda como o seu potencial comprador pesquisa por produtos na internet, que tipo de conteúdo ele consome, a idade média, o gênero e, principalmente, qual é a linguagem utilizada

    Com essas informações em mãos, você conseguirá ter uma ideia da comunicação, os termos e o formato mais adequados para serem utilizados na descrição dos produtos. 

    Por fim, lembre-se de alinhar a linguagem com o tom de voz da sua marca, ou seja, o padrão utilizado na comunicação da sua empresa, que deve ser seguido em todos os canais.

    2. Trabalhe palavras-chave

    Uma boa descrição de produto é aquela que descreve exatamente o que a mercadoria oferece. Por isso, é importante utilizar palavras-chave em títulos e descrições do produto, já que podem ajudar os clientes a encontrarem o que procuram em uma loja virtual, marketplaces ou em sites de busca. 

    Caso você ainda não tenha os principais termos definidos do seu negócio, ferramentas como o Planejador de palavras-chave do Google podem te ajudar nessa busca. Com ele, você poderá encontrar sugestões de conceitos utilizados por seu público-alvo e o volume de buscas de cada um deles. 

    Uma dica é selecionar palavras com termos de cauda longa, isto é, mais específicas. Elas têm um volume de buscas menor, mas são mais fáceis de serem encontradas em mecanismos de pesquisa. 

    Por exemplo, se você vende roupas pela internet, mais especificamente peças para festa, em vez de usar a palavra-chave “vestidos”, tente ser mais específico, como “vestidos sociais” ou “vestidos de festa”. 

    Assim, é possível utilizar um termo que corresponde exatamente ao produto.

    3. Conte uma história

    Uma boa descrição de produto não deve informar apenas o que é o item, mas, sim, estimular emoções para gerar uma conversão de venda. 

    Por isso, conte uma história. Descreva como é o produto para o cliente, promova sentimentos, mostre como ele pode ser utilizado no dia a dia do cliente e utilize adjetivos sensoriais. 

    A loja Me.Mo, que vende velas aromáticas e artesanais, sempre explora esse tipo de sensação em suas descrições de produto:

    Captura de tela da loja virtual me.mo, a imagem mostra um tipo descrição de produtos em que conta uma história

    4. Escreva um título atraente

    O título do produto na loja deve ser atrativo e despertar a curiosidade do cliente para gerar uma compra. 

    Por isso, evite chamadas genéricas, mas também não forneça muitos detalhes: deixe as especificações para a descrição do item. 

    Veja um exemplo da VegPet, loja de ração veterinária para cães e gatos, que ressalta a opção de frete grátis no título da mercadoria:

    Captura de tela de descrição de produto da loja virtual VegPet, em que o título da descrição do produto é chamativo para potencial cliente

    5. Explore as vantagens do produto

    Como já mencionamos, além de informar todas características gerais do produto, é importante ressaltar as vantagens da mercadoria

    Aqui, lembre-se de destacar os principais atributos que cada uma delas traz para o cliente, ou seja, como a sua solução pode resolver uma necessidade. 

    Veja um exemplo da loja Lucas Lapa PhotoPro, que traz as vantagens da lente Canon EG e o por que de utilizá-la:

    Captura de tela da loja virtual Lucas Lapa PhotoPro, em que a descrição do produto ressalta as vantagens de utilizá-lo

    6. Informe do que o produto é feito

    Descreva de qual material o produto é feito. Quem pensa em comprar um casaco de couro, gostaria de saber se o material é sintético ou autêntico, por exemplo.

    Se você faz a revenda de produtos, entre em contato com o fornecedor para saber essas informações. Geralmente, já existe uma ficha técnica pronta. 

    Além disso, informe a origem do item e se o material utilizado é orgânico ou sustentável. Essa é uma maneira de reforçar a qualidade da sua mercadoria e gerar confiança para o consumidor. 

    7. Forneça medidas detalhadas

    Além do material, não se esqueça de informar as medidas da mercadoria na descrição do produto. Imagine se um cliente compra um tênis pela internet e ele não serve. Frustrante, não é mesmo?

    Se você vende roupas, o padrão “P, M e G” precisa ser mais detalhado. Nesse caso, inclua uma tabela de medidas das peças de cada modelagem, explicando como o cliente deve medir cada parte do corpo para encontrar o tamanho certo. 

    Essa é uma forma de garantir segurança para o cliente durante a compra, além de evitar trocas e devoluções de peças. 

    💡Saiba mais: O que é logística reversa e como funciona?

    8. Use elementos visuais na descrição do produto 

    Os elementos visuais ajudam a complementar a descrição dos produtos, oferecendo mais detalhes sobre os itens. 

    Por isso, é importante que as fotos tenham boa qualidade e retratem as cores reais da mercadoria. 

    Aqui, a dica é utilizar um fundo branco para fazer os cliques das mercadorias da sua loja virtual. Esse recurso ajuda a evidenciar todos os ângulos do produto. 

    💡Saiba mais: 

    9. Facilite a leitura da descrição do produto 

    Facilite a legibilidade da descrição dos produtos para os visitantes da sua loja virtual. Para isso, siga essas dicas: 

    • Destaque palavras com negritos;
    • Faça uso de bullet points para ressaltar as vantagens do produto de uma forma legível;
    • Apresente informações em pequenos blocos: em orações mais longas, utilize até 20 palavras por frase e faça parágrafos de, no máximo, quatro linhas. 

    10. Use a prova social

    De forma geral, um cliente se sente mais confortável com a compra ao ler avaliações de outros consumidores na página do produto. Por isso, oferecer essa opção no site funciona como um incentivo para gerar vendas. 

    Essa avaliação pode ser feita por estrelas ou depoimentos. Também é possível criar uma comunicação de e-mail marketing para estimular os clientes a deixarem as suas opiniões depois que uma mercadoria foi comprada. 

    Nesse caso, é importante oferecer a melhor qualidade de produto e de serviço possíveis, pra garantir avaliações positivas

    Qual a importância da descrição de produtos em uma loja virtual?

    A descrição de um produto pode melhorar a taxa de conversão de uma loja virtual. Isso porque, ao ter todas as informações, vantagens, medidas e origem do item, um cliente se sente mais seguro para fazer uma compra. 

    Além disso, um texto bem feito pode aumentar a confiança do cliente em relação a uma marca, posicionando um negócio como autoridade em seu nicho de atuação. 

    Por fim, a descrição de produtos pode influenciar no ranqueamento do e-commerce entre as primeiras posições de mecanismos de busca, como o Google. Isso influencia diretamente no aumento do tráfego de seu site

    Conclusão

    Ao longo deste artigo, vimos como fazer a descrição de produtos para uma loja virtual é importante. Por isso, ela deve ser feita a partir de um planejamento estratégico eficaz.

    Ao elaborar um bom texto, você pode ter um impacto no tráfego orgânico e no número de vendas do seu site. 

    E, se você pretende vender pela internet, a dica é criar sua loja virtual na Nuvemshop, uma plataforma de e-commerce completa que oferece todos os recursos para montar seu negócio do zero, sem precisar de conhecimentos técnicos.

    Gostou? Compartilhe!