Logística

Redespacho de encomendas – tudo o que você precisa saber

Postado por Mandaê

Atualizado em agosto 17, 2021 por Mandaê

Todo e-commerce hoje em dia precisa estar em linha com a forma com que os produtos são entregues ao consumidor. Para entender como tudo funciona, temos de nos acostumar com determinados termos: um deles é o redespacho de encomendas.

O redespacho é uma situação comum em muitos esquemas logísticos, mas ainda gera dúvidas para lojistas. O redespacho nada mais é do que uma operação na qual uma transportadora contratada subcontrata uma segunda ou mesmo terceira transportadora, para atender a determinado serviço.

Agora a pergunta principal: por que você, proprietário de um e-commerce, precisa saber disso?

O que é o redespacho de encomendas?

O redespacho ocorre quando a empresa de logística que você contratou para determinada entrega aciona outras empresas para garantir a entrega no ponto final.

No contexto logístico, a sua loja desempenha o papel de embarcador. No redespacho, o embarcador possui um contrato com o redespachante, ou seja, a transportadora inicialmente contratada.

Mas digamos que essa empresa de transportes foi contratada para uma entrega de São Paulo a Taquaritinga, no Distrito Federal. A frota e as rotas atendidas não chegam tão longe, mas a transportadora vende o frete do mesmo jeito.

Essa transportadora inicial, a “A Transportes”, leva a carga até Ribeirão Preto, e contrata ela mesma a “B Logística” para levar os itens de Ribeirão até Taquaritinga. O embarcador não possui vínculo com a empresa B, apenas com a A.

Essa é a forma mais simples de redespacho, mas também existem casos que podem envolver três ou mais transportadoras. Ou ainda, casos nos quais a transportadora contratada pelo embarcador sequer efetua o transporte – apenas gere os subcontratados.

Como isso pode ajudar um e-commerce?

As empresas de transporte são responsáveis por gerir a operação de redespacho. Contudo, o lojista também ganha com isso. Em particular, há o conforto de não ter de lidar com mais de um elo da logística na entrega – o embarcador apenas lida com uma única empresa.

Além disso, essas operações permitem que o raio das entregas seja aumentado sem alterações contratuais. Ou até mesmo que produtos sejam transpostos de um tipo de veículo a outro, para atingir locais mais distantes ou inacessíveis.

Para o setor de logística, o redespacho permite melhorar custos, tempos de entrega e a eficiência das operações de um modo geral.

Quando o redespacho pode ser uma desvantagem?

Sob o ponto de vista das transportadoras, esse expediente permite a expansão dos negócios e é, em geral, positivo. Contudo, para a sua loja online isso não é necessariamente uma verdade.

O redespacho, em alguns casos, pode causar transtornos para o cliente final. Alguns pontos de atenção devem ser levados em conta, como o prazo de entrega, que pode ser afetado, e as condições de transporte da carga, que devem ser bem asseguradas. E um cliente insatisfeito, no seu caso, gera depoimentos negativos e alta demanda para o seu atendimento.

A Mandaê faz o redespacho de encomendas?

A Mandaê possui abrangência de mais de 3 mil cidades sem redespacho do setor privado. Ou seja, as transportadoras parceiras da Mandaê não utilizam os Correios para o redespacho de encomendas. Dessa forma, evita-se números múltiplos de rastreamento e confusão para quem compra na sua loja.

Em resumo: o nosso modelo prioriza os processos mais objetivos. O seu cliente compra, tem acesso ao custo do frete, os produtos são coletados no seu estoque e os nossos parceiros entregam. Simples assim.

Afinal de contas, expansão pode ser importante – mas simplicidade para você é muito mais.

Se você quer saber mais sobre a Mandaê, então entre em contato conosco!

Leia mais:

+ YVY Brasil: “Melhoramos o nosso índice de satisfação com a logística da Mandaê.”

+ Mandaê – tipos de coleta de encomendas para o seu e-commerce

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!