Otimize a cadeia de suprimentos para alavancar o seu negócio

cadeia-de-suprimentos
 
A cadeia de suprimentos é como um ecossistema da sua empresa. Ela depende da integração de diversas atividades para garantir a competitividade do negócio.

Para que essa rede funcione corretamente, é necessário que atue de forma coletiva, com uma dinâmica que não prejudique nenhuma das etapas envolvidas. Existem diversas formas de aumentar a produtividade da cadeia de suprimentos, com um conjunto de métodos que influenciam diretamente a satisfação do cliente final.

Leia este post para identificar o que pode ser melhorado na sua empresa a partir da otimização de processos e, assim, alcançar os objetivos organizacionais.
 

O que é cadeia de suprimentos

 
Também conhecida como Supply Chain Management (SCM), a cadeia de suprimentos consiste no conjunto de fatores que se interligam para garantir a eficácia de um todo.

Ou seja, é a relação das atividades que envolvem compra, fabricação, armazenamento, embalagem, transporte e tudo mais que compõe os processos da sua empresa, desde fornecedores até o cliente final.

A partir de uma gestão de cadeia de suprimentos eficiente é possível identificar diversos pontos de atenção ao longo de todo o ciclo de produção e fatores que podem ser otimizados.

O objetivo é garantir uma cadeia mais produtiva e rápida, reduzindo os gastos e mantendo a qualidade do serviço.
 
cadeia-de-suprimentos
 
Confira a seguir estratégias de extrema importância para aplicar na cadeia de suprimentos do seu negócio.
 

Como melhorar o gerenciamento da cadeia de suprimentos

 
O objetivo do gerenciamento da cadeia de suprimentos visa, em primeiro lugar, reduzir os custos ao longo de todas etapas vinculadas (de produção à comercialização), sem deixar de lado as necessidades do consumidor.
 

Investir no mapeamento

 
Para ter controle total dos seus processos, é preciso fazer o mapeamento completo de cada etapa da cadeia de suprimentos.

Quanto mais informações compilar, maior visão sobre o andamento das etapas você terá. Isso é importante, entre outras coisas, para saber qual o desempenho do seu negócio em comparação à concorrência, ou quais aspectos têm a seu favor para poder barganhar valores mais baratos aos fornecedores. Tudo é uma questão de melhoria e redução de custos.

Por exemplo, você está demorando mais que a média do seu concorrente para concluir um ciclo de venda, mas não sabe exatamente que etapa precisa ser revisada e melhorada. Dessa forma, o acompanhamento do início ao fim ajudará a evitar erros na cadeia.
 

Compartilhar informações com fornecedores

 
Já sabemos da importância em fazer o controle de estoque e o papel da tecnologia para investir na logística como diferencial competitivo. Agora, junte esses dois fatores.

Uma solução para compartilhar seus dados com fornecedores possibilita um processo de reposição e expedição de produtos muito mais dinâmico e rápido, além de evitar o excesso de estoque.

Isso gera muitos benefícios para o seu negócio e resulta na satisfação do cliente final, que não vai ter a frustração de se deparar com um produto indisponível no e-commerce.

Quanto mais assertivo for seu nível de estoque, mais beneficiada a sua empresa será. Um exemplo de tecnologia que permite isso é a Extranet.

Extranet nada mais é que uma rede de computadores interligada por uma ou mais intranets, que são redes voltadas para o uso de uma organização com o intuito de facilitar a comunicação interna.

Visando a troca de informações, aposte em parceiros confiáveis e profissionais que mostrem que têm potencial para ajudar sua empresa no desenvolvimento de novos processos ou que de alguma forma possam contribuir para melhorar os resultados do seu negócio.

+ Mais que uma empresa de logística: um parceiro para o seu negócio
 

Integrar as áreas

 
A integração entre as áreas da sua empresa é algo inquestionável. Uma empresa que não tem sinergia entre as diversas partes não tem forças para se sustentar. E por quê?

Simplesmente porque ela não é formada apenas por um setor, e sim por uma cadeia. O setor de vendas precisa estar alinhado com a operação e a produção para poder direcionar melhor o foco da comercialização.

Marketing, por sua vez, precisa estar alinhado com vendas por diversos motivos estratégicos, pois ambos são os principais meios de conversão e fidelização de clientes. Além disso, o setor financeiro precisa estar a par de todas essas áreas para gerenciar o capital de giro, por exemplo.
 
+ Como garantir a saúde financeira do seu negócio com o capital de giro
 

Aposte em um único sistema para a gestão da cadeia de suprimentos

 
Dê preferência para apenas um sistema de gestão da cadeia de suprimentos. Por isso a importância da integração com fornecedores e parceiros citada acima.

Uma variedade de software pode causar ruídos nas informações, ou seja, trazer dados incompletos e até exigir mais tempo devido à necessidade de acompanhar tantas frentes de informação.

Com um único ponto de gerenciamento, tudo fica mais dinâmico e fácil; de quebra, minimiza problemas.
 

O impacto do transporte na cadeia de suprimentos

 
Em meio a um cenário de extrema competição, a tecnologia tem um papel fundamental para garantir um serviço de qualidade.

Pensando em cadeia de suprimentos, a inovação auxilia na obtenção de informações rápidas e seguras para quem trabalha com prazos cada vez mais apertados e busca mais produtividade.

Alguns aspectos precisam ser trabalhados com muita cautela, um deles é o processo de transporte. Se esse setor for prejudicado, pode comprometer todo um ciclo.

Exemplos de contratempos são:
 

  • O atraso no recebimento da matéria-prima ou do produto acabado.
  • O atraso no encaminhamento das mercadorias ao distribuidor.
  • E, por fim, o atraso do distribuidor na entrega da encomenda ao cliente final.

 
Um gap em uma etapa pode desencadear uma espiral de outros problemas ao longo da cadeia de suprimentos. Por isso, pequenas ações, como definir corretamente seu parceiro logístico ou o software mais adequado ao seu negócio, podem beneficiar todo o ecossistema da empresa.
 

Gestão de transporte

 
Rastreamento e monitoramento são dois quesitos fundamentais na gestão de transporte, mas que muitas vezes não recebem a devida atenção.

É preciso levar em consideração que o maior problema, muitas vezes, não é o atraso de uma encomenda em si, mas não informar o cliente sobre o andamento do envio de um produto é o que mais fere a sua experiência.

O investimento na tecnologia pode melhorar não só a operação, mas também a relação entre empresa e cliente. Por isso, seja transparente.
 
 
Como é o funcionamento da sua cadeia de suprimentos? Compartilhe nos comentários abaixo!
 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *