E-commerce

Gestão de e-commerce: melhore seus resultados com dashboards

Postado por Mandaê

Atualizado em julho 13, 2021 por Mandaê

O dashboard é um grande aliado na gestão de e-commerce. Para ser eficaz ele deve refletir as informações mais relevantes de acordo com cada segmento do varejo, mas o propósito da ferramenta é sempre o mesmo: o de facilitar a visualização de dados que permitam a tomada de decisões táticas, estratégicas e operacionais.

O resultado é uma gestão muito mais prática, baseada em dados reais e consistentes para dar insights rápidos sem a necessidade de ter que analisar planilhas ou relatórios extensos, gerando economia e lucro para o seu negócio.

Descubra neste post quais os melhores métodos de aplicar dashboards em seu negócio para alcançar resultados positivos e se destacar no mercado.

Benefícios de um dashboard na gestão de e-commerce

O termo “dashboard” surgiu na antiguidade e foi originado da barreira protetora fixada na frente da carruagem puxada por cavalos. Ela servia para evitar que o cavaleiro ficasse coberto por lama e sujeira durante o percurso.

Levando ao pé da letra é exatamente essa a função desses painéis repletos de informações. Ou você se beneficia dos milhares de dados disponíveis para se proteger e gerir o seu e-commerce da melhor forma ou eles irão bombardear você e limitar sua visão sobre quais os melhores caminhos a percorrer.

Confira abaixo os principais benefícios de implementar esse recurso em seu negócio:

Monitoramento do ambiente externo e interno

O acompanhamento de dashboards é feito com base nos indicadores de um negócio. Dessa forma, pode-se dizer que essa ferramenta é um meio de controlar os resultados de maneira mais organizada.

A partir daí, fica mais fácil identificar as falhas e oportunidades de melhorias, se antecipar a problemas, elaborar estimativas e previsões em diferentes cenários.

A organização das informações tanto externamente quanto internamente em tempo real faz com que seja possível prever possibilidades de riscos capazes de afetar os resultados da empresa, logo, mesmo que sejam fatores externos, ou seja, situações do mercado das quais a sua empresa não tem controle, ao menos é possível se preparar e garantir que os impactos não sejam tão ofensivos.

Planejamento estratégico

Com a análise dos dados é possível traçar estratégias que mirem o sucesso do seu e-commerce.

Painéis elaborados com base na estratégia de negócio ajudam o gestor a conduzir sua operação e colocar em prática estratégias para que os resultados planejados sejam alcançados.

Outro benefício está na possibilidade de otimização de processos internos, já que com o monitoramento dos indicadores de desempenho é possível verificar quais áreas precisam ser reparadas ou quais tarefas são desnecessárias e devem ser descartadas para o bem da cadeia produtiva como um todo.

Alinhamento de informações entre setores

Com todos os setores da empresa alinhados com os resultados e metas, os objetivos são alcançados mais facilmente pois haverá sincronia entre as partes.

Os dashboards devem ficar visíveis para que todos tenham acesso às informações a qualquer momento. Isso faz com que os colaboradores, além dos gestores, possam acompanhar os resultados da organização. É uma forma de promover maior participação e integração das equipes de trabalho, criando um ambiente mais colaborativo.

Por fim, além da melhoria na gestão de e-commerce podemos citar o foco nos resultados como premissa da cultura empresarial. O acompanhamento constante por meio de um dashboard faz com que a atenção esteja sempre voltada ao desempenho da empresa e principalmente aos pontos que merecem maior atenção para a aplicação de melhorias com foco no crescimento.

Como usar dashboards para melhorar a gestão de e-commerce

Esses painéis ajudam a monitorar métricas, dados de tráfego, estatísticas de estoque, faturamento da loja virtual, entre outros fatores cruciais e decisivos para a gestão e o crescimento do seu negócio.

Mas fique atento: não se trata apenas da criação e acompanhamento de indicadores de desempenho. Para fazerem sentido eles devem estar alinhados com a estratégia do seu negócio.

Um dashboard deve sintetizar as principais informações da empresa para que se obtenha conclusões rápidas, ou seja, os dados refletidos na interface devem ser apresentados de forma clara. Não deve haver dúvidas sobre o que está sendo medido e representado na tela. Um dashboard eficaz deve ser estruturado seguindo as premissas de o que, para quem e como os dados devem ser apresentados.

É possível desenvolver dashboards com a contratação de ferramentas específicas ou apostar em recursos gratuitos como o Google Analytics.

gestao-de e-commerce

Confira a seguir os campos mais estratégicos para analisar de perto e garantir o controle sobre o seu negócio.

Gestão de marketing e vendas

Na gestão de e-commerce é muito importante identificar de forma dinâmica quais canais geram a maior taxa de conversão, o número de visitas que cada uma das fontes propagou, analisar qual vendeu mais, qual teve maior número de carrinhos abandonados e qual atraiu mais curiosos, que navegaram na loja virtual, mas não efetuaram nenhuma compra. Tudo isso é possível e mais fácil com a utilização de dashboards.

Você também vai poder analisar mídia por mídia e a evolução ao longo dos meses como receita, custos e retorno, a fim de tomar decisões para realocar mais recursos no canal em que os resultados foram mais efetivos.

Gestão financeira e contábil

No setor financeiro, o dashboard pode trazer todos os dados que geralmente são analisados em diversas fontes só que agora de forma mais sintetizada por meio de uma interface amigável.

Com o histórico da empresa, você pode gerar uma expectativa de faturamento e analisar lado a lado essa expectativa versus o faturamento atual para que, se necessário, ações sejam tomadas visando um resultado favorável para a rentabilidade do negócio. Recursos simples como destacar esses indicadores por meio de cores vibrantes ajudam a direcionar a atenção aos dados mais cruciais para o crescimento do e-commerce.

+ 7 maneiras de usar a análise cohort para ter um negócio mais rentável

Gestão logística

Outro ponto que merece atenção é o processo logístico e todo o acompanhamento da entrega dos seus produtos, etapa de extrema influência na satisfação do consumidor.

Acompanhe o desempenho dos seus envios por meio de um dashboard com a visualização clara dos status de todas as suas encomendas para se antecipar a possíveis ocorrências como atrasos ou tentativas de entrega. Dessa forma, você mantém os seus clientes sempre informados e melhora significativamente seu SLA.

Exemplos práticos do uso de dashboard na gestão de e-commerce

Exemplo 1: receita versus abandono de carrinho

Vamos supor que a sua receita diminuiu e a taxa de abandono de carrinho vem aumentando na sua loja virtual. Uma coisa pode estar diretamente relacionada a outra, mas, para ver isso de maneira rápida e clara, um dashboard bem estruturado do funil de vendas simplifica a análise e permite uma ação mais rápida ao problema.

Dessa forma, é possível identificar em que etapa do checkout o tráfego cai drasticamente. A partir do momento que a etapa em que ocorre maior desistência da compra é identificada, ela pode ser eliminada ou otimizada para aumentar as conversões e, consequentemente, a receita do seu negócio.

Além de identificar o foco do problema e poder resolvê-lo, com a ajuda de um dashboard você consegue traçar estratégias para ter melhor desempenho nos índices que precisam de atenção.

Nesse caso, a configuração de uma campanha de e-mail para incentivar os visitantes que abandonaram o carrinho a voltarem e completarem a compra é uma boa alternativa.

Exemplo 2: tráfego versos conversão

Outra utilidade de dashboard que pode melhorar a gestão do seu e-commerce e definir o sucesso das suas vendas é a análise do volume de visitas na loja virtual versus a taxa de conversão.

Investigue o que as pessoas mais buscam nas consultas de pesquisa, isso ajudará a compreender se você oferece o que o consumidor está buscando ou se é o momento de melhorar a categoria de produtos para deixar a navegação mais fácil e agradável. Outro insight interessante é verificar qual o produto ou categoria mais buscada e certificar-se de apresentá-lo logo na página inicial da sua loja.

Nesse cenário, também é indispensável analisar a taxa de rejeição, que se estiver alta pode significar que seu e-commerce está atraindo a audiência errada e suas campanhas de anúncios devem ser revisadas.

Exemplo 3: ocorrências de encomendas versus SLA

Você identificou quedas significativas de SLA referentes a ocorrências de entregas dos produtos ao cliente final. Para resolver essa questão, a ajuda de um dashboard é muito bem-vinda.
Primeiro, é preciso unificar todas as informações de envios em um único sistema ou dashboard, principalmente no caso de utilizar mais de uma transportadora para os seus envios. O ideal é que se tire o máximo de proveito e tenha controle a partir dos seguintes fatores:

• Consulta acessível dos envios.
• Sinalização de atrasos para monitorar a entrega e prevenir ocorrências.
• Relatório de tentativas de entrega para saber quando acionar seus clientes.
• Notificação de atualizações críticas, como pendências fiscais, recusa de recebimento e impossibilidade de entrega.
• Relatório de entregas.
• Relatório de SLA (encomendas dentro e fora do prazo).
• Relatório de devoluções.

Isso permitirá ações antecipadas de tratativas de ocorrências para evitar atritos com os seus clientes, porque eles sabem que problemas podem acontecer, mas querem ser notificados e informados disso a cada etapa.

Esteja sempre a par dos envios, para consequentemente poder manter os seus clientes informados. Isso reforça a credibilidade da sua empresa e melhora expressamente o SLA.

O dashboard é apenas um recurso para facilitar o dia a dia da gestão de um negócio, mas o que definirá a sua eficácia é o pensamento analítico sobre quais resultados são mais importantes a serem observados. Esse é o primeiro passo – e é justamente ele que definirá o sucesso de suas estratégias.

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!