E-commerce

Materiais para embalagem: como enviar seus produtos com segurança

Postado por Mandaê

Atualizado em dezembro 2, 2021 por Agencia Chili

Materiais para embalagem oferecem mais que uma boa experiência de compra, eles garantem a segurança dos produtos do seu e-commerce e, ao mesmo tempo, ajudam a reduzir significativamente os custos adicionais que podem ser causados por prejuízos no transporte.

De modo geral, o empacotamento compreende um conjunto de cuidados que visa conservar, proteger e acomodar os produtos ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

São diversos tipos de materiais usados para acondicionar as mercadorias que, por sua vez, exigem proteção diferenciada de acordo com as suas especificidades. Além da proteção, o empacotamento adequado ao tipo de produto possibilita a otimização de armazenamento, o que gera maior aproveitamento do espaço físico tanto na armazenagem quanto no transporte.

Conheça os principais materiais de proteção para embalar seus produtos e garantir a segurança nos envios.

+ Embalagem para e-commerce: casos de sucesso, preços e como economizar

1. Papel fragmentado ou isocubos

materiais-para-embalagem-isocubos

Para evitar gastos com outros materiais para embalagem, se o tipo de mercadoria não exigir alta proteção, uma boa estratégia é reaproveitar materiais que seriam descartados (papel, papelão ou isopor) e fragmentá-los para que sirvam como amortecedores no interior da encomenda.

Por serem itens leves, não geram muita alteração no peso final, portanto, não encarecem muito o frete.

materiais-para-embalagem

Investir em uma máquina fragmentadora (como mostra a imagem acima) é uma boa opção para quem busca economia significativa de recursos, já que elimina a necessidade de picotar manualmente o material, reduzindo a mão de obra a longo prazo.

2. Papel craft

materiais-para-embalagem-papel-craft

O papel craft é muito útil para o empacotamento de itens planos, como placas e outros produtos com moldes diferenciados que não seriam bem acomodados em uma caixa de papelão.

Além disso, mesmo para mercadorias que já possuem sua caixa original como aparelhos eletrônicos, o papel pardo é importante para envolver a encomenda e evitar a exposição do conteúdo interno ou do logo da empresa. Isso evita a incidência de furtos e a violação do pacote.

3. Plásticos-bolha

materiais-para-embalagem-plastico-bolha

O plástico-bolha é muito famoso entre os materiais para embalagem, mas há muito tempo ele evoluiu para diversos tamanhos e modelos e, por isso, é importante fazer testes para identificar qual é o mais indicado para a proteção do produto que você comercializa.

Evite comprar esporadicamente um único tamanho ou diversos modelos, sem saber ao certo a melhor opção. Isso apenas queima o caixa da sua empresa e ocupa espaço no estoque.

materiais-para-embalagem

Um bom investimento é uma máquina que fabrique diversos tamanhos de plástico-bolha a partir de alguns cliques (como mostra a imagem acima). Dessa forma você tem mais liberdade para produzir somente o que for necessário e tem mais controle para evitar o desperdício de material.

4. Caixas de papelão

materiais-para-embalagem-caixas-de-papelao

A caixa de papelão deve comportar perfeitamente o item. Quanto mais espaço sobrar dentro da caixa, mais você terá que investir em proteção para garantir que o produto permaneça fixo e seguro lá dentro. Ou seja, você terá mais gastos com a encomenda, além de deixar o frete mais caro, não só pelo peso, mas também pela cubagem, que pode exigir mais espaço do que realmente é necessário para o transporte de determinado produto.

+ Como a cubagem pode influenciar a precificação do frete

5. Fita gomada ou adesiva

materiais-de-embalagem-fita-adesiva

Por ser muito resistente, a fita gomada é usada em empacotamento profissional para lacrar as encomendas. Trata-se de um item essencial nas embalagens de um e-commerce.

Você também pode optar por fitas adesivas comuns. Apesar de serem mais baratas, não são tão resistentes quanto a fita gomada, porém, se forem aplicadas corretamente, podem ser utilizadas sem problemas.

É importante vedar qualquer espaço da caixa que possa se abrir durante o percurso da encomenda.

6. Envelopes

materiais-para-embalagem-envelopes

Existem vários tamanhos de envelopes. Os mais indicados para envios são de papel pardo e de plástico, ambos revestidos internamente por plástico-bolha. Eles podem acondicionar perfeitamente roupas ou livros direcionados para envios.

Muitos não sabem, mas é possível despachar diversos itens de pequeno porte nesses envelopes, o que diminui o custo do envio e armazenagem.

7. Placas de isopor

materiais-para-embalagem-isopor

Placas inteiriças de isopor são indicadas para itens mais delicados e planos, como quadros. Faça uma espécie de “sanduíche” com o item, protegendo partes inferior e superior. As placas também servem para proteger internamente todas as bordas da caixa, dependendo do material a ser transportado.

O isopor é leve e ao mesmo tempo rígido o suficiente para garantir a segurança da encomenda.

Como reduzir os custos de materiais para embalagens

Além das dicas para investir em máquinas para a fragmentação de papel e fabricação de plástico-bolha, é possível se apoiar em outras estratégias para reduzir o custo com materiais para embalagem como:

Encomendar grandes quantidades de materiais de uma só vez: com isso você tem mais abertura para negociar valores e conseguir melhores descontos. Geralmente existe uma grande diferença nos valores unitários se comparados a grandes quantidades.

Embalagem adequada ao produto: é o caso que citamos anteriormente. Evite embalagens muito grandes para itens muito pequenos, já que isso reduz custos desnecessários com embalagem e frete.

Redução de desperdício: implemente a cultura de “desperdício zero” na sua empresa. Isso tem reflexo direto na redução de gastos com matéria-prima e recompra de materiais.

Leia também: Como reduzir custos logísticos no e-commerce

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!