Negócios

Como fazer um mapa mental e ser mais produtivo nos negócios

Postado por Mandaê

Atualizado em julho 19, 2021 por Mandaê

Pesquisadores da Universidade de San Diego, na Califórnia, chegaram a números surpreendentes sobre a quantidade de dados aos quais estamos expostos: os meios de comunicação despejam sobre nós nada menos do que 34 gigabytes de informação por dia.

O mesmo estudo concluiu que somos expostos a uma média de 100 mil palavras no mesmo período. Obviamente, isso não significa que lemos ou ouvimos todas – mas, sim, elas cruzam o nosso olhar e os nossos ouvidos pela TV, na internet, nas ruas, no smartphone e no rádio. Nunca tivemos tanto acesso à informação – e nunca estivemos tão sobrecarregados dela.

Afinal, como organizar essa enxurrada de dados e ter um cotidiano mais produtivo? Mapa mental, um conceito introduzido pelo psicólogo britânico Tony Buzan, na década de 1970, pode ser a resposta.

O que é mapa mental

Mapas mentais são espécies de diagramas utilizados para organizar e hierarquizar uma grande quantidade de informações visualmente. Eles facilitam a interpretação porque mostram a relação entre as partes e o inteiro de uma informação. É possível que em algum momento da sua vida você tenha feito um mapa mental sem saber que esse esquema já tinha um nome.

Funciona assim: uma figura é posicionada no centro de uma folha em branco – esse é o projeto ou problema a ser resolvido. Flechas e setas curvas para desdobramentos possíveis da figura central são hierarquicamente posicionados, acompanhados por tarefas cada vez menores. Assim, fica mais fácil visualizar quais são todas as implicações e tarefas para conclusão de um projeto, o que reduz as chances de ser surpreendido com imprevistos.

Psicologicamente, o mapa mental é uma técnica gráfica poderosa que pode desencadear todo o potencial do cérebro humano, enaltecendo todas as esferas de interpretação do córtex: imagens, números, palavras, lógicas, cores, ritmo e noção de espaço.

Fazer um mapa mental dá a chance de explorar todas as vertentes do seu cérebro, podendo ser aplicado em quaisquer aspectos da vida. O mapa mental pode ajudar na melhora do aprendizado e do pensamento.

Veja como usar o Design Thinking para inovar na sua empresa

Para que servem os mapas mentais

Em uma pesquisa conduzida pela Biggerplate, 52% dos entrevistados afirmaram usar os mapas mentais para a gestão de projetos em seus negócios – e grande parte dessas pessoas também utiliza em esferas pessoais das suas vidas, como em casa ou nos estudos, o que prova a flexibilidade dos mapas mentais.

No mesmo grupo de entrevistados, 79% disseram que os mapas mentais ajudam a aumentar a produtividade e 86% afirmaram que a técnica auxilia na criatividade. Sua utilização é simples e você não vai precisar de mais do que um papel e algumas canetas ou lápis para começar a aplicar essa técnica no seu dia a dia.

Paul Klipp, presidente da filial polonesa da Lunar Logic, afirma que gasta cerca de 1 hora para criar um mapa mental para novos projetos, e é dessa forma que organiza sua agenda. Semanalmente, passa 15 minutos atualizando as tarefas do mapa.

Veja abaixo um exemplo da agenda de Paul:

Exemplo de mapa mental

Klipp conta que utilizar mapas mentais para gerenciar sua rotina o mantém mais focado. “Cada desdobramento [de um projeto] terá tarefas linkadas a ele que devem ser completadas. Essa abordagem me permite focar em cada uma das tarefas necessárias para cumprir cada desdobramento de um projeto completo. Assim, consigo descobrir quais são todas as tarefas necessárias para chegar ao meu objetivo”, explica.

Com os mapas mentais, você poderá fazer brainstormings, projetos, tomar decisões, resolver problemas, detalhar etapas do lançamento de novos produtos e planejar o crescimento da sua empresa, por exemplo. Além disso, você também pode fazer mapas mentais para facilitar tarefas pessoais.

Administração do tempo: 10 soluções para produzir mais

 Como criar mapas mentais

Modelo de mapa mental desenhado à mão

Não existem limites de número de pensamentos, ideias e conexões que você pode colocar no papel, o que significa que não há limites para o uso dos mapas mentais a seu favor.

Por outro lado, a falta de limites também impede que você encontre um mapa mental pronto, uma vez que são as suas necessidades e imaginação que irão criá-lo.

Ainda assim, não é difícil fazer um mapa mental do zero. Você vai precisar de lápis e papel ou, se preferir, um software capaz de ajudá-lo a criar esses fluxos. Tanto no papel quanto no computador, você vai precisar de algumas dicas para começar:

  • Comece no centro de uma página em branco – Isso dá a liberdade que o seu cérebro precisa para se expressar em todas as outras direções do papel com mais naturalidade.
  • Use imagens e figuras – Imagens ajudam a aguçar a imaginação, são mais interessantes e capazes de te manter mais concentrado e focado.
  • Varie as cores – As cores são interpretadas pelo cérebro como imagens, dão mais energia ao seu pensamento criativo e podem dividir as hierarquias, ajudando-o a localizá-las com mais facilidade.
  • Conecte ideias – O cérebro humano trabalha com associações. Você deve ligar seus diferentes níveis hierárquicos de ideias ao seu conceito central.
  • Trace linhas curvas – O seu cérebro acha entediante as linhas retas. Curvas tendem a ter mais sucesso.
  • Use apenas uma palavra-chave – Expressões curtas são mais objetivas e dão mais flexibilidade e legibilidade ao seu mapa mental.
  • Abuse de imagens – Não as utilize apenas no conceito central. Sempre que quiser, você pode usar imagens para fazer seu mapa mental.

+ Proposta de valor: o que é e como criá-la para impulsionar seu negócio 

Ferramentas de mapas mentais

Mapas mentais são a expressão do seu raciocínio para estruturar problemas e resolver tarefas. Como mencionamos acima, será difícil encontrar um mapa mental pronto que satisfaça todas as suas necessidades. Porém, se você quiser fazer o download de um programa para criar um mapa mental gratuito, aqui vão algumas dicas de ferramentas de mapas mentais.

MindMeister

MindMeister é o software usado por Paul Klipp, mencionado mais acima, para organizar projetos e sua agenda. O plano básico permite a criação de até três mapas mentais e o compartilhamento com outros usuários. Planos para negócios estão disponíveis por USD 6,29 mensais e incluem funções de exportação para PDF e DOC, relatórios e acesso de múltiplos usuários.

Coggle

O Coggle é um software de mapa mental gratuito em que o usuário pode fazer download do projeto criado e compartilhar com outros usuários, além de criar uma apresentação do mapa mental.

Trello

O Trello possui a versão gratuita e planos pagos a partir de USD 12,50 mensais. O site disponibiliza um exemplo de um mapa mental online que é possível ser replicado por qualquer usuário. Além disso, o site disponibiliza em seu blog diversas dicas que ajudam o usuário na criação de mapas mentais. 

Miro

O Miro é um programa que possui a versão gratuita e planos pagos a partir de USD 8. O Miro possui integração com diversos sites e aplicativos, como é o caso do Atlassian, Slack e Dropbox.

Estruturar o pensamento é o processo de colocar limites em um problema ainda desestruturado. Saber quais são esses limites não apenas ajuda a entender o problema em um nível macro, como também a identificar áreas que requerem um entendimento mais profundo. Se você se interessou por mapas mentais para a resolução de problemas e conclusão de projetos, comece a usar uma dessas ferramentas ou busque uma caneta e um papel e mãos à obra!

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!