Facebook Ads: como anunciar gastando pouco

facebook-ads
 
O pequeno empreendedor pode encontrar no Facebook Ads uma opção flexível para anunciar produtos ou promover uma página do seu e-commerce. O investimento inicial diário é de R$ 10 e a sementação é bastante intuitiva.

O Facebook já conta com 1,4 bilhão de usuários mensais ativos. Cerca de 64% dessa base utiliza a rede social diariamente e 700 milhões de pessoas conferem as novidades do perfil todos os dias por meio dos dispositivos móveis – apenas esses fatos já são bons motivos para começar.

Neste guia, você vai aprender a posicionar a sua marca e como anunciar no Facebook Ads sem desperdiçar seu investimento. No fim da leitura tem um vídeo para consolidar todo o conteúdo e guiá-lo na criação dos seus anúncios do Facebook.
 

Como anunciar no Facebook

 
Basta ter um usuário no Facebook e uma fanpage da sua loja. Você pode promover sua loja usando as opções do Facebook ou do Power Editor – ferramenta do Facebook para criação de anúncios. O Power Editor, particularmente, é mais intuitivo. A página inicial será assim:
 

 
Primeiro, você deve escolher o tipo de anúncio que pretende fazer: Awareness (branding e reconhecimento), Consideration (para atração de oportunidades) e Conversion (como conversão, vendas de produtos e promoções). Depois de escolher o tipo de anúncio, então poderá partir para a etapa seguinte e segmentar o público que será impactado com a sua campanha de Facebook Ads. Os principais critérios são:

Público-alvo: preencha as informações necessárias para segmentar os seus anúncios ao público desejado: gênero, faixa etária, localização, interesses (compras, livros, filmes ou moda), dados demográficos (onde vivem, grau de escolaridade e profissão). Tome cuidado para não segmentar demais e restringir o seu público.

Orçamento: depois, você vai definir o orçamento da sua campanha. Você pode começar com um budget de R$ 10 por dia e fazer testes até conseguir “equalizar” seu público e anúncios.

Distribuição: tendo o orçamento total (budget) definido, é hora de especificar por quantos dias a sua campanha será veiculada. Assim, o Facebook Ads regula a exibição dos seus anúncios para não gastar todo o seu orçamento no primeiro dia ou hora de veiculação. Você pode definir a exibição do seu anúncio durante o tempo que desejar.
 

Facebook Ads: por que anunciar nas redes sociais

 
A razão pela qual muitos profissionais amam o Facebook é por um motivo claro: com as informações fornecidas pelos próprios usuários em seus perfis, a segmentação é muito simples. Logo, a relação custo vs. benefício é bastante atrativa.

A rede social coleta muitas informações específicas e detalhadas dos seus usuários. Por exemplo, se você quiser vender artigos decorativos, pode segmentar um usuário com 32 anos residente em Perdizes, solteiro, publicitário que goste de design, decoração e sustentabilidade.

Quando começou a investir em Facebook Ads, a Oppa, e-commerce de móveis e decoração, precisava aumentar a taxa de conversão gastando menos. O maior desafio era manter as mensagens personalizadas mesmo anunciando em larga escala. Mas os resultados mostram que a empresa teve sucesso ao adotar uma nova estratégia.
 

 
De acordo com a página do Facebook, a Oppa teve 38% de aumento na receita e 35% de redução no número de anúncios, com o dobro de ROI em retargeting e aumento de 2.5x sobre a taxa de cliques. O segredo do sucesso? Apostar em anúncios dinâmicos – você vai aprender o que é isso mais para frente.
 

Facebook Ads indicados para e-commerce e quando usar

 
Existem muitos tipos de anúncios no Facebook Ads. Você pode promover a sua fanpage, o seu site, um produto ou categoria de produtos e até aumentar os downloads do seu app com uma campanha no Facebook. É importante que o propósito da sua campanha esteja alinhado com o tipo de anúncio escolhido. Abaixo, você conhece um pouco mais sobre cada um deles – demos destaque especial aos anúncios do Facebook Ads que funcionam melhor para e-commerces.

No Power Editor, os formatos de anúncios serão apresentados de acordo com o objetivo da sua campanha. No exemplo abaixo você conhece os anúncios disponíveis para uma campanha de conversão.

2016-11-17_12h44_08

Separamos os Facebook Ads mais usados para lojas virtuais e explicamos para que servem e quando usar cada um deles, com exemplos práticos. Confira abaixo as opções mais indicadas para e-commerces.
 

Posts da fanpage

 
Usado para conseguir mais interações (curtidas, comentários e compartilhamentos) em posts de uma fanpage do Facebook – esse tipo de anúncio do Facebook é voltado aos usuários que já curtiram a sua página e aos que não curtiram e preenchem os seus critérios de segmentação.
 

 
Indicado para: aumentar o engajamento dos usuários que já curtem a sua fanpage e tornar os seus produtos conhecidos a quem ainda não curtiu a página.
 

Curtidas na Fanpage

 
Para construir um público para a sua fanpage de acordo com as sua segmentação: idade, região, sexo, profissão e outros padrões encontrados entre os consumidores da sua loja. Esse tipo de anúncio é indicado se você já sabe qual é o perfil dos seus compradores (os dados demográficos do Google Analytics podem dizer isso). Curiosamente, o Facebook anunciou no meu feed porque visitei o site do Facebook Ads:
 

 
Indicado para: aproximar a marca do seu público e dos potenciais consumidores.
 

Cliques para o site

 
Usado para atrair mais visitas para o seu site ou para uma landing page específica. Um exemplo é o anúncio da Dafiti que divulga três vestidos por um preço promocional – ao clicar no botão inferior “Shop Now”, o usuário é redirecionado para a página de promoção dos vestidos.
 

 
Indicado para: segmentação, por exemplo, ao redirecionar consumidoras diretamente para uma landing page de categoria de produtos femininos do seu site.
 

Anúncios de conversão

 
Usado para rastrear as ações que os usuários tomaram em seu site após serem engajados por um anúncio do Facebook – esses dados podem ajudar a entender quem visita o seu site e que tipo de anúncio surte mais efeito. Assim, você consegue aprimorar a experiência do seu usuário no site e nos anúncios.

Para rastrear as ações de usuários provenientes do Facebook na sua página, você vai precisar criar um “Pixel” e colocá-lo no código do seu site – ensinamos a fazer isso nas dicas de estratégias. Esse tipo de anúncio geralmente conta com um botão, também chamado de “Call to Action”:
 

 
Indicado para: apurar os dados de quem visita o seu site e entender que tipo de anúncio surte mais efeito em determinado segmento.
 

Ofertas e descontos

 
Crie ofertas especiais para conseguir mais consumidores para o seu negócio. Você pode veicular cupons de desconto ou outras recompensas – fica a seu critério. É você quem decide por quanto tempo valerão as ofertas, quem vê esses anúncios e a quantidade de cupons disponíveis.
 
Anúncio de promoção da Oppa
 
Indicado para: promover liquidações, lançamentos e vendas conjuntas, especialmente para cupons de desconto.
 

Anúncios carrossel

 
Para anunciar múltiplos produtos, serviços e promoções sem ter que criar várias versões diferentes. O formato carrossel oferece flexibilidade e múltiplas opções criativas – diminuindo também o custo por clique, já que um usuário pode gostar de um criado mudo, mas não de um quadro.
 

 
Indicado para: impactar diversos segmentos ou promover uma nova coleção do seu site, já que mostra vários produtos de uma só vez.
 

Anúncios dinâmicos

 
Os anúncios dinâmicos ajudam a reforçar o interesse do consumidor pelos produtos que viram no seu site ou aplicativo. Para usá-los, é preciso inserir um código no seu site – o Facebook Ads fornece relatórios periódicos de quais anúncios estão tendo melhores desempenhos.

Para ter acesso aos anúncios dinâmicos, você precisa entrar em contato com o Facebook para solicitar um gestor de conta. Geralmente, essa opção está disponível para publicidade em larga escala. Se você pretende investir pouco, prefira os anúncios do tipo carrossel (acima). A diferença é que os anúncios carrossel não têm os botões de calls to action como Shop Now, Download e Learn More.

Indicado para: campanhas de retargeting para atrair consumidores recorrentes e potenciais de volta ao seu site de acordo com os produtos que visitaram ou produtos semelhantes.
 

Dicas de como anunciar no Facebook e medir resultados

 
Além de saber como anunciar no Facebook, você também precisa saber alguns macetes de estratégias e táticas para não perder tempo e dinheiro, acertar o público correto e monitorar os resultados. Reunimos cinco conselhos que podem orientar a criação de uma campanha interessante para a sua loja virtual e atrair mais clientes.
 

#1. Escolha o botão de Call to Action adequado às suas campanhas

 
Calls to Action são aquelas palavrinhas mágicas, geralmente no imperativo, que convidam o consumidor a conhecer mais sobre o seu negócio: “Saiba mais”, “Compre agora”, “Cadastre-se”, “Reserve já”, “Download” são alguns calls to action disponíveis no Facebook Ads. Em um exemplo de anúncio criado para o Facebook Ads usando o Power Editor, foi escolhido o call to action “Shop Now”. Na pré-visualização do anúncio para mobile abaixo, o botão aparece e redireciona para o site indicado com a palavra de ação adequada.
 
2016-11-17_19h46_50
 
Esses botões podem ajudar os anunciantes a aumentarem a taxa de conversão nas campanhas – lembre-se que você paga pelos seus anúncios e os seus consumidores têm que ver uma mensagem clara e rápida.
 

#2. Capriche nas imagens e na redação

 
O ser humano é atraído pelos estímulos visuais. Escolha uma imagem inspiradora para a sua campanha de Facebook. Se você não tem imagens atrativas dos seus produtos, confira o nosso guia de fotos para loja virtual e aprenda a tirar fotos profissionais sem gastar. Mas é importantíssimo que as suas imagens sejam claras sobre o produto que você oferece. Do contrário, o seu usuário não sentirá vontade de clicar no anúncio e os resultados não serão tão satisfatórios quanto poderiam.

Explore todo o potencial das imagens, são elas que vendem o seu produto. Capriche também na redação, ela é a responsável pela persuasão. Anunciar no Facebook é, antes de tudo, uma tarefa publicitária. Não hesite em ser persuasivo.
 

#3. Pense mobile first

 
De acordo com pesquisas da Statista, cerca de 77% dos usuários diários do Facebook acessam a rede social ao menos uma vez por dia utilizando dispositivos móveis. Além disso, 60,3% de todos os compartilhamentos ocorrem via mobile, assim como a maioria das interações.

O próprio Facebook se posiciona como líder em interações mobile, inclusive pela separação da rede em dois apps: Facebook e Messenger. É hora de você começar a pensar mobile first se quiser fazer um bom investimento em publicidade no Facebook.
 

#4. Faça retargeting

 
Uma das melhores ferramentas do Facebook Ads é a customização do público-alvo. A ferramenta de retargeting permite que você veicule um anúncio apenas para os usuários que já tiveram algum tipo de contato com a sua loja. Para fazer campanhas de retargeting via Facebook Ads, basta fazer upload da lista de contatos do seu site para quem deseja veicular sua campanha, usando seus e-mails, números de telefone e ID de usuário para atingir uma base de clientes existente.

Outra maneira de fazer retargeting é instalar um pixel do Facebook no código do seu site, assim você não precisa realizar upload das listas de e-mails. Você configura uma campanha no Facebook indicando qual visitante você quer impactar dependendo da URL que ele visitou. Por exemplo, se você tem uma URL com produtos e promoção no Black Friday, pode configurar uma campanha de produtos promocionais para quem visitou aquele link, porém, não efetivou a compra.

Além disso, definir os seus clientes existentes como público-alvo ajuda a diminuir a sua taxa de churn (perda de clientes) e a engajar novamente os consumidores frequentes com ofertas especiais, descontos ou outra forma de incentivo para que eles consumam novamente. Você já deve ter ouvido várias vezes que custa 5x menos reter um cliente do que conquistar um novo, certo?
 

#5. Para monitorar suas campanhas de Facebook Ads, configure o rastreamento das conversões corretamente

 
Medir o sucesso de uma campanha do Facebook Ads adequadamente pode ajudar a orientar campanhas futuras e a aumentar a taxa de conversão e o retorno sobre o investimento para o seu negócio. Como você conseguiria medir, por exemplo, quantas vendas de um produto anunciado no Facebook foram concretizadas por determinada campanha?

Existe uma resposta para isso chamada Offsite Pixel. O Facebook já tem eventos pré-definidos que você deve selecionar na lista: adicionar ao carrinho, conclusão de compra, adicionar à lista de desejos. Para monitorar as ações o Pixel precisa estar configurado corretamente antes de veicular as campanhas.

Na prática, funciona assim: se o objetivo de um anúncio é levar para uma página de produto, o Offsite Pixel deve estar no código dessa página de produto com a ação “PageView”. Você pode colar esse código na página de produto, entre a abertura (<HEAD>) e o fechamento (</HEAD>) das tags de HEAD do código-fonte.

Depois de adicionar o código Pixel ao seu site, salve e atualize a página do Power Editor. Em seguida, retorne ao Power Editor do Facebook e confirme que o pixel está ativo. O painel dos seus pixels de conversão tem um campo que diz “Pixel status”: nesse campo, você deve ver “Ativo” em letras verdes.

Vídeo tutorial: como criar anúncios no Facebook Ads

 

 

Depois deste guia, que tal começar a anunciar no Facebook? Deixe suas dúvidas nos comentários, ficaremos felizes em ajudar!

 

Leia também:

+ Como vender pelo Whatsapp e melhorar o engajamento com o cliente
+ Como vender pelo Instagram e promover seu e-commerce
+ Youtube para e-commerce: como conquistar seguidores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *