Logística

Dark store: loja, armazém ou centro de distribuição?

Postado por Mandaê

Atualizado em dezembro 8, 2021 por Mandaê

Quem tem uma loja online e acompanha as novidades do e-commerce e da logística começou, ultimamente, a ouvir um novo termo. O termo Dark Store é uma tendência logística e vem se tornando comum.

Mas, o que ele significa afinal? Neste artigo explicamos tudo sobre as dark stores e as principais vantagens para você investir nessa tendência.

O que é uma Dark Store?

Imagine uma loja, igualzinha a um supermercado ou loja de departamentos, só que “sempre fechada”. As dark stores são uma estratégia cada vez mais usada entre gigantes do varejo ao redor do mundo.

As dark stores nada mais são do que um lugar exclusivo para armazenamento, separação e envio dos produtos comprados na internet. Entre as principais características está, por exemplo, a sua localização, geralmente em grandes centros urbanos com alta concentração de demanda, diminuindo o tempo de entrega da mercadoria ao destinatário.

Dark Store x Centro de Distribuição: qual a diferença?

Diferente dos centros de distribuição tradicionais – distantes das capitais e com “cara” de armazém – as dark stores parecem mais com lojas. Em alguns casos, o consumidor pode ir a essas lojas retirar suas compras – já embaladas e na porta, sem entrar na loja.

Outra diferença está no tamanho. Enquanto os centros de distribuição são grandes, as dark stores, pelo fato de estarem dentro das grandes cidades, geralmente são bem menores.

O que as Dark Stores têm em comum com as lojas de varejo?

Lojas do varejo possuem uma oferta de produtos que reflete a tendência de consumo. Supermercados “antecipam” o que consumidores irão comprar, reduzindo estoques fora do mostruário e criando um fluxo de pedidos e vendas.

Com o advento do comércio online, essas métricas se tornaram ainda mais precisas. Com algum tempo, é possível saber o que temos de manter “na prateleira” para que o consumidor tenha sempre a oferta que deseja.

As dark stores copiam as lojas nesse sentido e, quando o consumidor online faz uma compra, já dispõem dos produtos adquiridos. Tendo esses itens na dark store, o lojista é capaz de atender com muito mais rapidez o cliente.

5 vantagens ao investir em uma Dark Store

Alguns especialistas concordam que uma dark store só é viável a partir de um determinado número de pedidos ao dia. Contudo, isso também depende do tipo de produto vendido.

Ainda assim, investir nas dark stores pode trazer diversas vantagens para a sua loja virtual:

1. Tempos de entrega mais rápidos

Com o avanço da entrega no mesmo dia, ou em questão de horas, os centros logísticos tradicionais se mostraram inviáveis para algumas operações. Dessa forma, as dark stores passaram a oferecer um entreposto útil para garantir que mercadorias compradas online chegassem em apenas algumas horas às mãos do consumidor.

Já é sabido que tempos cada vez menores de entrega é uma exigência do consumidor online. Existem pesquisas que mostram que o consumidor não quer esperar mais de 2 dias para receber a sua compra. Portanto, preparar o seu e-commerce para essa tendência é importante para se manter competitivo no comércio online.

2. Custo reduzido de implantação

Do ponto de vista financeiro, investir em uma dark store pode ser muito vantajoso. Em primeiro lugar, buscar um bairro dentro da cidade onde o aluguel e o metro quadrado são mais baratos é essencial para começar.

Vale ressaltar que o nível de planejamento e os custos de construção de uma dark store, se comparado ao de uma loja convencional, são bem menores. Em uma dark store, por exemplo, o lojista precisa se preocupar somente com o espaço necessário para armazenar, separar e enviar os produtos. Além disso, a redução no custo de frete no last mile que o lojista terá compensará o investimento realizado em armazenagem.

3. Redução de custos logísticos e de ocorrências

Devido à localização, geralmente próxima do destinatário, as dark stores podem adotar o sistema click-and-collect. Ou seja, o consumidor pode retirar seu produto na loja, reduzindo assim os custos com transporte e possíveis problemas que podem ocorrer durante as entregas last mile.

4. Melhor experiência de compra

Antes de mais nada, se operar corretamente, a dark store pode aumentar o faturamento do seu e-commerce. Oferecer prazos de entregas curtos, custo de frete reduzido e facilidades ao comprar online, como a opção de retirada na loja, aumentam a lealdade do consumidor com a sua marca. Dessa forma, o consumidor terá uma boa experiência de compra, resultando em maiores taxas de conversão do carrinho de compra.

5. Contribuir para uma logística mais verde

Para fazer entregas de forma mais sustentável, é preciso estar perto. Não há como efetuar uma entrega a pé, de bicicleta ou mesmo em veículos elétricos quando o centro de distribuição está a dezenas ou centenas de quilômetros.

Nesse aspecto, e especialmente em centros urbanos com muito trânsito, dark stores menores e especializadas vêm se tornando comuns. A loja pode optar por enviar o produto utilizando um meio de transporte mais sustentável, contribuindo para uma logística mais verde.

Leia também:

+ Logística verde: um desafio para o e-commerce

+ 5 tendências do e-commerce para ficar de olho em 2022

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!