E-commerce

Certificado digital para e-commerce garante segurança às vendas

Postado por Mandaê

Atualizado em dezembro 2, 2021 por Agencia Chili

O certificado digital para e-commerce é um dos principais fatores exigidos pelas operadoras de cartões. Nesse caso, para quem pretende vender online, o certificado digital torna-se um requisito obrigatório.

O selo não é apenas uma imagem estática em seu site. Duas principais características que esse serviço oferece são:  prevenir fraudes no site e deixar os clientes mais seguros para concluírem suas compras.

certificado-digital-para-e-commerce_selo-ssl

Aprenda neste artigo como implementar um certificado digital na sua loja virtual e garanta que seu site seja reconhecido como um ambiente seguro para transações de dados e pagamentos.

O que é certificado digital SSL

Se a sua loja virtual exige dados pessoais do cliente, é sua responsabilidade protegê-los de forma sigilosa. Por isso, é tão importante a implementação do certificado digital SSL, que nada mais é do que a certificação de privacidade e integridade das informações que ali circulam.

Assim, você evita que terceiros interceptem esses dados e inibe a chances de roubo em seu e-commerce, já que as informações são transformadas em códigos que passam a ser lidos somente pelo servidor do seu site e do cliente.

O certificado digital é uma garantia de que seu site é um espaço seguro e proporciona retornos positivos, como:

  • Proteção dos dados do cartão de crédito
  • Proteção dos nomes de usuários e senhas
  • Garantia da segurança entre servidores
  • Construção/aumento da confiança do cliente
  • Melhores taxas de conversão

Os selos digitais mais utilizados no e-commerce

Existem diferentes empresas de certificado digital para e-commerce, você deve escolher a que melhor se encaixar às suas necessidades e condições. O preço também difere e algumas oferecem serviços adicionais gratuitos.

Avalie muito bem antes de escolher o seu selo digital, tendo a certeza de adotar um sistema confiável. Por isso, veja a seguir os principais fornecedores utilizados pelas pequenas, médias e grandes empresas:

ClearSale

Possui soluções de prevenção de fraude que atendem diversos segmentos de pequenos e médios e-commerces. O gerenciamento de risco é todo feito pela empresa, enquanto você fica tranquilo para vender.

Entre os planos mais utilizados, existem duas opções: uma delas é quando o próprio lojista analisa os pedidos propensos à fraude. Nesse caso, ele consegue ter autonomia na decisão. A outra opção é quando existe um grande número de transações e o processo precisa ser automatizado. Para esse caso, todo o processo de análise, aprovação ou reprovação é feito pela ClearSale.

Quando uma transação não é reprovada automaticamente, o pedido passa pela análise manual e um time especializado entra em contato com o consumidor para a validação dos dados cadastrais de forma que a loja consiga aprovar o máximo de vendas possível e que o bom comprador não seja prejudicado por fraude.

Site Blindado

certificado-digital-para-e-commerce_escolhendo-o-selo-ssl

 

A Site Blindado é especialista em segurança no mercado virtual. Oferece uma gama de soluções voltadas ao e-commerce e demandas corporativas, analisando 24 horas por dia as vulnerabilidades dos servidores e websites.

Todos os clientes da Site Blindado podem contar com o Scan SSL. Esse serviço faz uma análise que identifica se o certificado foi instalado seguindo todas as recomendações para o bom uso do recurso.

Sectigo Brasil

A Sectigo Brasil, antiga Comodo CA no Brasil, é uma empresa que oferece diversas soluções em segurança, sendo o certificado digital uma delas. A empresa é uma das autoridades certificadoras que mais cresce no mundo.

Seu diferencial é o Corner Trustlogo, que garante a identidade do site em tempo real. Para testar essa garantia, o cliente nem precisa clicar no selo, basta passar o mouse.

Também possui certificado SSL com teste gratuito que oferece todas as funcionalidades SSL por 30 dias, inclusive com direito à suporte especializado.

GoDaddy

É a maior empresa de registro de domínios do mundo e uma das maiores em hospedagem de sites. Apesar de ser norte-americana, a GoDaddy está presente em 53 mercados, com suporte a 22 idiomas e 44 moedas. No Brasil, oferece pagamento em real (R$) e suporte em português.

Todos os certificados oferecem a criptografia mais rígida do mercado, exibem um selo de segurança em seu site e são compatíveis com os principais navegadores.

Como implementar o certificado digital para e-commerce

  1. Escolha o tipo de certificado digital

Depois de decidir pela empresa que irá fornecer o certificado digital para o seu e-commerce, você vai perceber que existem diversos tipos de selos oferecidos, cada um com uma especificidade e cabe a você escolher o que se encaixe melhor em suas prioridades. Os principais são:

SSL Simples: realiza a função de criptografar a mensagem que foi inserida no seu site, protegendo os dados de seus clientes.

SSL EV: além da criptografia, esse certificado valida informações da empresa, como CNPJ e endereço. Ela também faz com que a barra do navegador fique verde, ou seja, indica ao cliente que o site é seguro. Além de tornar visível sua razão social, agregando valor à sua marca.

certificado-digital-para-e-commerce_garantia-de-seguranca

SSL Wildcard: normalmente um certificado digital é adquirido para um único endereço (ex: www.mandae.com.br). Com a opção WildCard, o certificado digital pode ser utilizado em ilimitados subdomínios de um domínio.

Dessa forma, você pode proteger o seu site principal (ex.: www.mandae.com.br) e todos os seus subdomínios (ex.: logistica.mandae.com.br, www2.mandae.com.br, etc), sem custo adicional enquanto durar o contrato.

  1. Gerando o CSR

Agora é hora de solicitar o certificado. Para isso você precisa gerar um CSR (Certificate Signing Request), ou melhor, Solicitação de Assinatura de Certificado, que é um arquivo de texto criptografado, gerado pelo software do servidor que você utiliza.

Você terá algo parecido com isso:

certificado-digital-para-e-commerce_solicitacao-de-csr

Basta localizar o ícone “Certificados de Servidor” e depois clicar em “Criar solicitação de Certificado”, que pode ser encontrado no Painel de Controle do seu site.

certificado-digital-para-e-commerce_como-instalar

Os dados solicitados para gerar o CSR são:

  • Common name (server domain name): url onde o certificado vai ser utilizado.
  • Organization: nome oficial da empresa, igual ao existente no cartão do CNPJ (caso você não tenha uma empresa, inclua o seu nome nesse campo e no próximo).
  • Organizational Unit: setor da sua empresa.
  • City or Locality: sua cidade.
  • State or Province: seu estado, escrito por extenso.
  • Country: país com dois caracteres. No caso, BR para Brasil.

Depois de preenchidos os campos, selecione a opção “2048 bits” e em seguida o local desejado para salvar o CSR. Copie e envie à certificadora responsável.

certificado digital

  1. Instalando o certificado digital

Após ter feito a solicitação do certificado digital e realizado o pagamento, espere a confirmação de validação. Depois disso é hora de instalá-lo na sua loja virtual.

A instalação também é feita de acordo com o servidor que você utiliza, mas fique tranquilo, as orientações serão passadas pela empresa fornecedora do certificado SSL.

Geralmente, após a instalação, para assegurar aos usuários de que o site é protegido, você pode instalar um selo de segurança na sua página principal. Cada serviço oferece um código para você aplicar ao seu layout.

Quando o certificado é instalado com sucesso em seu servidor, o protocolo de aplicação (também conhecido como HTTP) será alterado para HTTPS, onde o ‘S’ significa ‘seguro’. Dependendo do tipo de certificado que você comprar, o navegador que utiliza mostrará um cadeado ou barra verde ( ao clicar nele, é possível ver as informações de segurança, assim como no selo).

certificado-digital-para-e-commerce

Pronto! Agora é só esperar para ver o retorno positivo de todas essas ações e se preparar para vender mais.

Leia também:

+Checklist LGPD para e-commerce: 10 passos para se adequar à lei

+Pix no e-commerce: o que é e como começar a usar

 

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!