Marketing

Social Selling: a arte de conquistar mais clientes

Postado por Mandaê

Atualizado em abril 18, 2021 por Mandaê


 
A forma mais efetiva de conseguir potenciais clientes e aumentar as vendas não é simplesmente jogando ofertas e mais ofertas de produtos aos consumidores e limitar-se a isso.

Apostar em Social Selling é a melhor alternativa para estabelecer um relacionamento de confiança através das redes sociais e nutrir oportunidades de vendas. Se você ainda não incorporou essa estratégia em seu negócio, provavelmente está perdendo para os concorrentes que já apostam nisso.
 

O que é Social Selling, exatamente?

 
Social Selling, ou venda social, é a arte de usar as redes sociais para encontrar, se conectar e compreender os consumidores para aumentar as chances de vender não o seu produto em si, mas a imagem da sua marca para um público cada vez maior.

Em outras palavras, é uma nova forma de criar relacionamentos mais fortes com potenciais clientes, ou melhor, “compradores sociais”, que procuram nessas plataformas o caminho para a tomada de decisão na hora de escolher uma loja virtual.

Nesse contexto, também é importante ressaltar o que Social Selling não é – e definitivamente não é o ato de bombardear o público com tweets indesejados ou mensagens por inbox, por exemplo. O nome disso é spam.

O conceito vai muito mais além do que apenas conquistar seguidores, é toda uma construção de relacionamento para estrategicamente saber o momento certo de apresentar a sua empresa como solução ao consumidor.
 

Por que investir em Social Selling

 
Investir em social selling abre diversas oportunidades de crescimento no mercado. Essa estratégia é mais eficaz do que qualquer campanha de marketing que traga um turbilhão de leads muitas vezes desqualificados e que resultam em mais prejuízos do que lucros. Com Social Selling você tem:
 

 
Além disso, dados da Aberdeen, empresa norte-americana de pesquisas, mostram que as companhias envolvidas com Social Selling têm uma taxa de retenção de clientes 7% maior do que as que não abraçaram essa estratégia.

Ainda está em dúvida sobre a importância de apostar na venda social? Existem duas coisas que você precisa saber sobre esse conceito.
 

Seus clientes já estão envolvidos com Social Selling

 
De acordo com o Linkedin, 62% dos compradores estão abertos a interagir com marcas que se conectarem a eles para compartilhar conteúdos e oferecer oportunidades de vendas e 92% dos consumidores estão dispostos a conversar com um representante de venda que passe credibilidade na mídia social.

Além da venda propriamente dita, 53% da intenção do cliente é impulsionada por uma marca que demonstra uma identidade única e sabe se posicionar para se destacar dos concorrentes. Essa é uma habilidade que você pode aplicar através da sua imagem na mídia social, inicialmente com compartilhamentos de bons conteúdos para, aos poucos, construir uma comunicação cativante e ter a sua imagem reconhecida.
 
+ Saiba como posicionar sua marca com 5 dicas valiosas
 

Você constrói relacionamentos mais fortes

 
Vamos ser sinceros: ninguém gosta de um contato frio quando é preciso falar com uma empresa. De acordo com a Harvard Business Review, 90% dos consumidores dizem que nunca respondem a mensagens que parecem “robóticas” e as redes sociais permitem fugir disso com um contato mais pessoal.

A possibilidade de, por meio da internet, obter tanta informação sobre o que estão falando e quais as principais necessidades e “dores” dos clientes possibilita que o contato seja personalizado.
 

Práticas de Social Selling

 
É fácil compreender a teoria de Social Selling, mas é na prática que muitos erram. Por isso, veja a seguir algumas etapas que vão guiá-lo pelo caminho certo.
 

Aparecer

 
Mesmo que a automatização na comunicação com o cliente seja uma forma de economizar tempo e investimento, não possibilita criar uma relação mais próxima e isso pode ser prejudicial até mesmo para a imagem da sua marca.

Claro que existem maneiras de inserir uma linguagem mais “amigável” no atendimento automatizado, mas, para converter esses contatos, nada supera a boa e velha interação humanizada.

Por isso, marque presença no meio online e seja você mesmo. O objetivo é ser mais humano e não menos acessível.

Procure sempre otimizar os perfis das redes sociais da sua loja para maximizar o impacto de Social Selling. Observe pelo ponto de vista do cliente para ver se é passada a credibilidade necessária. Se não, faça alguns ajustes para garantir que seus perfis apresentem sua marca da melhor forma possível e que tenham um tom e uma mensagem consistentes em todas as plataformas.
 

Agregar valor

 
Ao interagir com potenciais clientes através de redes sociais é importante não ser invasivo. Ao invés de simplesmente exaltar o valor de seu produto, seu objetivo deve ser contribuir com informações valiosas que vão ajudar a se estabelecer como especialista na área.

Escreva posts de cunho relevante para o seu público-alvo e não tenha medo de compartilhar conteúdos de outras empresas também.

É sempre válido aproveitar o espaço para mencionar uma promoção ou produtos da sua loja em algumas postagens, mas seja sucinto. Seu objetivo com Social Selling não é fazer uma venda no primeiro contato. Tenha sempre em mente que rede social não é loja virtual.
 

Identificar clientes

 
Seus potenciais clientes estão a todo momento compartilhando informações muito valiosas nas redes sociais. Eles basicamente dizem exatamente o que querem e precisam. Tudo que você tem a fazer é prestar atenção.

Para conquistar os consumidores é preciso procurar saber mais sobre ele antes de abordá-los pela primeira vez. O que antes era um desafio, agora é possível usando as redes sociais e também as informações captadas por um CRM, ferramenta de gestão de relacionamento com o cliente.

Dessa forma, você foge daquele discurso batido de falar apenas sobre a sua empresa e conversa sobre o que é realmente mais importante: o comprador.

Os clientes potenciais não querem saber o quanto são maravilhosos os produtos que você oferece, e sim o que podem fazer para facilitar suas vidas.

Utilize ferramentas de monitoramento para ficar atento ao que as pessoas estão dizendo sobre sua loja, o mercado como um todo e os seus concorrentes. Preste atenção em pontos de dor e pedidos de recomendações que abrem oportunidades naturais para você mostrar sua marca como uma solução.
 
+ Saiba como fazer monitoramento de redes sociais
 

Analise os resultados

 
É preciso analisar os resultados obtidos com Social Selling para saber o quão efetivas foram suas ações e o que precisa ser melhorado.

E quando falamos em mensuração não nos referimos às vendas de produtos, mas toda a venda social em si, como:
 

  • Número de visualizações nas publicações
  • Número de curtidas
  • Compartilhamentos
  • Comentários

 
Para ter um desempenho melhor, considere estabelecer metas para cada aspecto acima e veja suas vendas decolarem!
 
 
Agora, que tal começar a aplicar o Social Selling no seu negócio para melhorar o relacionamento com o público? Depois não deixe de compartilhar conosco sua experiência!

Gostou? Compartilhe!