Logística

Privatização dos Correios – bom ou ruim para o seu e-commerce?

Postado por Mandaê

Atualizado em julho 13, 2021 por Mandaê

Sim, muito já vem sendo discutido a respeito da privatização dos Correios. A verdade é que as discussões políticas e legais para isso já estão em campo há quase duas décadas.

Agora parece que vai – o mais provável é que a empresa estatal seja desmembrada, o que facilitaria sua venda em partes. Isso significa que os Correios Entrega e outros braços da empresa poderiam estar no controle de diferentes grupos.

A pergunta mais relevante, no entanto, é como isso afeta a clientela. E, para você, como isso afeta o seu e-commerce.

Privatização dos Correios pode reduzir problemas

Esse é o primeiro cenário esperado pela maioria dos especialistas. Ao menos no caso do e-commerce, a expectativa é de que os preços sejam reduzidos em todo o mercado.

Foto/reprodução: Site dos Correios

Hoje, segundo dados da ABCOMM, 80% das vendas e, consequentemente, das entregas de produtos vendidos online ocorrem em apenas 20% das cidades brasileiras.

A concentração das entregas é sempre positiva no setor logístico. Isso, somado ao número de agências e centros de distribuição dos Correios, aponta para uma boa tendência.

Os Correios são parte importante do mercado brasileiro de e-commerce. Segundo pesquisa da Olist, 82% das lojas online utilizam os Correios para entregas.

A privatização, caso reduza preços, acaba por impactar em todo o setor de logística para e-commerce. Além disso, sob uma óptica positiva, muitos esperam que uma privatização possa:

  • Reduzir tempos de entrega
  • Reduzir extravios e erros
  • Elevar a oferta de serviços digitais e tecnológicos
  • Criar novos produtos e serviços para lojas online

Transição pode ser um problema

Contudo, toda privatização envolve um período de transição e mudança. No caso dos Correios, uma empresa com mais de 100 mil funcionários, isso pode levar tempo.

Os Correios hoje oferecem produtos específicos para o e-commerce, pequenas empresas e entregas rápidas. Ainda que possamos reclamar da eficiência e dos preços, qualquer modificação ou extinção desses serviços poderia criar problemas para o setor.

Hoje, a maioria das lojas online, sistemas de e-commerce na nuvem, plataformas de criação de lojas na web e similares possui integração com os Correios.

Extinguir ou modificar produtos, assim sendo, exigiria esforços de adaptação e provavelmente alterações na forma com que essas lojas utilizam os serviços.

E, mesmo que os preços ou a eficiência dos Correios melhore, isso implicaria em custos adicionais de desenvolvimento, problemas de adaptação imediata e outros.

Como evitar surpresas

Flexibilidade e variedade são sempre vantagens. Quanto mais possibilidades e opções de entrega o seu cliente tem, mais ele compra.

E, claro, você tem menos dores de cabeça.

A Mandaê utiliza uma tecnologia avançada que é capaz de calcular a melhor opção de entrega para o seu e-commerce, oferecendo o custo de frete mais barato e o prazo de entrega mais competitivo. Conectamos o seu e-commerce com uma grande variedade de transportadoras. O nosso modelo de negócio evita que o seu e-commerce dependa de um único operador logístico, reduzindo riscos para a sua loja virtual.

Uma fase de transição nos Correios pode ameaçar o seu e-commerce e trazer problemas para o seu cliente. Porém, se você possuir alternativas viáveis, como a Mandaê, nenhuma grande mudança irá ameaçar o seu negócio.

Se você quer conhecer mais sobre a Mandaê, entre em contato conosco!

Leia também:

+ Guia Completo de Logística para e-Commerce (Exclusivo)

+ Mandaê mostra em vídeo como oferece o melhor serviço de entrega para e-commerces

    Ao assinar a newsletter da Mandaê, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

    Gostou? Compartilhe!