Marketing

Brand awareness: 6 princípios para sua marca ser compartilhada

Postado por Mandaê

Atualizado em abril 19, 2021 por Mandaê

Reconhecimento da marca ou brand awareness é o que todos querem. Saiba como ter mais compartilhamentos.

Brand awareness é o que torna as marcas, lojas, produtos ou pessoas populares.
Com o uso de algumas estratégias que selecionamos, as chances de ter a sua
marca compartilhada podem aumentar. Se você ainda está se perguntando por que
uma marca deve ter presença nas redes sociais, saiba que 70% das lojas
virtuais não passa de 1 ano de vida (conforme estudo da ABComm).  Por
isso, quanto mais conhecida sua marca se tornar, mais chances dela
sobreviver e prosperar. A isso dá-se o nome de Brand Awareness, em
português, reconhecimento da marca.

 

Brand Awareness: o que torna uma marca especial

 

E o que faz as pessoas espalharem uma determinada marca e outra não? Por que
algumas marcas “pegam” e outras não? Algumas delas já nascem famosas no
mundo online porque elas são famosas no offline. Mas como uma loja
que não é conhecida pode alcançar a mesma popularidade? Separamos os seis
princípios de criação de Brand Awareness para que a sua marca seja
compartilhada.
 

#1. Moeda Social

  Quando uma pessoa ouve falar de uma marca ou de um produto, ela tem uma
impressão sobre isso. Por exemplo, muitas marcas despertam o sentimento de que
a pessoa ao usar determinada roupa será cool. A maioria das pessoas,
obviamente, prefere parecer bonita em vez de feia, inteligente em vez de burra
e cool em vez de atrasada no tempo. Assim como as roupas que vestimos
e os carros que dirigimos, aquilo que falamos influencia o modo como os outros
nos veem. Isso é moeda social. É preciso dar às pessoas formas de alcançar
símbolos de status visíveis para que elas possam mostrar aos outros. Algo que
a faz se sentir superior em algum aspecto, para que ela queira espalhar em sua
rede sua marca ou produto.

brand awareness depende do desejo do consumidor. Estimule!

 

#2. Gatilhos

  Tudo precisa de um “start”. Como lembramos as pessoas de falarem sobre
nossos produtos e ideias? Os chamados “gatilhos” são estímulos que incentivam
as pessoas a pensar em coisas relacionadas. Os gatilhos são como pequenos
lembretes mentais para conceitos e ideias relacionadas. Isso é muito
importante porque pensamentos e ideias levam à ação. Seu produto ou marca deve
ser associado a algo que a pessoa já tem em sua mente. As pessoas com
frequência falam do que quer que lhes venha à cabeça; portanto, quanto mais
pensarem em um produto ou ideia, mas ele será falado. Você precisa planejar
produtos e ideias que sejam frequentemente acionados pelo ambiente e criar
novos gatilhos ligando-os a sugestões prevalentes naquele ambiente. O
top of mind acaba na ponta da língua.  

#3. Emoção

  As pessoas compartilham coisas sobre as quais se importam. Se sua marca
ou produto conseguir provocar um sentimento, ela será altamente compartilhada.
As pessoas precisam sentir algo, conteúdo contagiante é algo que provoca uma
sensação. Se o usuário se sentir surpreendido, irá compartilhar para mostrar a
seus amigos sua nova descoberta. Transmitir alegria faz com que o
consumidor tenha um sentimento positivo sobre a marca e queira
compartilhar para seus amigos. Coisas emocionais com frequência são
compartilhadas. Assim, em vez de martelar sobre a função do seu produto, você
precisa priorizar as sensações. Mas cuidado, algumas emoções aumentam o
compartilhamento, da mesma forma que outras na verdade, reduzem. Por isso,
você precisa escolher bem as emoções certas para transmitir. Às vezes, até
mesmo emoções negativas podem ser úteis.

para ter brand awareness, use as emoções

#4. Público

  Se você acha que só tendo grana para contratar o personagem principal
da novela das 9 para usar o seu produto, fará com que as pessoas comprem, está
muito enganado. Pessoas confiam em pessoas reais. Se seu amigo te indicar ou
comentar um produto você se sentirá muito mais confiante para comprá-lo. A
tendência humana é copiar, se alguém está usando determinada roupa ou produto
e ficou sensacional, as pessoas ao notarem irão querer se sentir da mesma
forma. As pessoas conseguem ver quando os outros estão usando seu produto
ou se engajando no comportamento desejado pela sua marca? Crie mecanismos
para que seus próprios clientes compartilhem sua marca a seus amigos. E a
cada venda você terá um cliente fazendo propaganda de seu produto.  

#5. Valor prático

  Elabore um conteúdo útil. Pessoas gostam de ajudar pessoas. Se você
puder mostrar que seus produtos e ideias vão poupar tempo, melhorar a saúde ou
economizar dinheiro, elas vão divulgar. Mas, tendo em vista o quanto as
pessoas são inundadas por informação, você precisa fazer sua mensagem
sobressair-se. Precisa destacar o valor incrível do que oferece, não só o
valor monetário.  

#6. Histórias

  Sua marca ou produto consegue contar uma história? As pessoas não
compartilham marcas, elas compartilham a história por trás da marca ou
produto. Ou seja, você precisa inserir seu produto ou marca em uma história
envolvente. Você precisa contar uma história que desperte alguma emoção e crie
um vínculo com as pessoas. Você precisa contar uma bela história, para que as
pessoas se identifiquem e queiram passar a diante. Sua marca e seu produto tem
fazer parte do conteúdo de uma tal forma ao ponto de as pessoas não poderem
contar a história sem ele.

brand awareness: crie histórias para serem compartilhadas

Aplicando esses princípios, você terá uma marca altamente
compartilhável. Esses 6 princípios foram extraídos e adaptados do
livro “Contagious: Why Things Catch On”, do autor Jonah Berger, caso
queira se aprofundar mais no assunto, é uma ótima leitura.

 

Leia também:

7 passos essenciais para criar uma marca
SEO para e-commerce: 5 estratégias fundamentais para obter mais cliques
Saiba como tirar fotos de roupas para loja virtual

Gostou? Compartilhe!