Como calcular o valor do frete

Como calcular o valor do frete
 
Saber como calcular o valor do frete corretamente impacta nos seus gastos e lucros com as vendas. O ponto de partida é avaliar a melhor maneira de fazer esse cálculo com base em seu modelo de negócio para então repassar valores justos ao cliente ao mesmo tempo que contribuí para o caixa do seu e-commerce.

Neste post mostramos diferentes meios de cálculo de frete e os principais aspectos a serem levados em consideração para definir corretamente o custo dos envios de produtos.

Vale enfatizar que em simulações manuais, como consultas em calculadoras de frete, é comum os resultados obtidos saírem um pouco diferentes dos valores reais, já que é preciso certa exatidão em relação ao volume da encomenda. Mesmo assim, é possível ter um embasamento palpável.
 

Como calcular o valor do frete do seu envio

 

1. Com os Correios:

 
Para o cálculo do valor de frete, o que conta são as dimensões da encomenda, o peso, a forma de envio e o CEP de destino. São fatores tão específicos que não tem como simplesmente consultar uma tabela de preços para saber, por isso é preciso fazer uma simulação.

Se você fizer seu envio por meio dos Correios, consegue fazer a simulação direto no site deles. Assim:
 

  • Vá para Preços e Prazos.
  • Insira a data de postagem, os CEPs de origem e destino da encomenda e o tipo de serviço (PAC, SEDEX, entre outros).
  • Selecione “outra embalagem” caso não utilize uma dos Correios.
  • Você precisará inserir as medidas da encomenda já empacotada, ou seja, as dimensões finais (largura, altura X comprimento) e peso. Feito isso, basta ter o CEP de destino e escolher o modo de envio de preferência para fazer a simulação. Selecione os serviços adicionais de sua escolha, se for o caso.

 
Ao concluir, você terá o valor previsto de frete e o prazo de entrega da sua encomenda.
 

2. Com transportadora:

 
Se fizer o envio dos seus produtos por meio de outra transportadora, verifique se no site da empresa existe um campo para fazer a simulação de cálculo de frete, senão, entre em contato com a empresa fornecendo essas mesmas informações citadas no tópico anterior e solicite um orçamento.
 

3. Em sua loja virtual:

 
Você pode inserir no site do seu e-commerce um plug-in dos Correios para que automaticamente, após a venda, seu cliente tenha acesso ao valor do frete que será incluso na cobrança. Esse tipo de recurso é mais usual, porém carrega a desvantagem de valores ou faixas de CEPs estarem desatualizados, além de poder espantar clientes com alguns valores e taxas altas. Diante disso, o mais indicado seria implementar um modelo de consulta remota online no seu e-commerce, assim, a loja tem a garantia de sempre consultar uma base de dados atualizada.

Com a Mandaê, empresa especializada em logística para pequenos e médios e-commerces, você tem uma alternativa para oferecer o cálculo de frete aos seus clientes. A empresa disponibiliza uma API pública, que além de envolver todo o processo de gestão de encomenda, também oferece cotação em tempo real, gerando preços mais competitivos para o cliente final, o que ajuda a inibir o abandono de carrinho.
 
+ Mandaê lança integrações com plataformas de e-commerce e API de cálculo de frete
 

4. Com a Mandaê:

 
A empresa também disponibiliza um simulador de frete, em que é possível ter uma comparação de quanto vai custar seu envio para a região do destinatário com e sem a Mandaê. Veja abaixo uma prévia da calculadora:
 
Como calcular o frete com a Mandaê
 
Como a empresa oferece diferentes planos para atender os mais diversos perfis de negócios, clientes do plano Freedom têm acesso a tabelas de preço e prazo de frete otimizadas de acordo com as suas necessidades.
 
+ Conheça o Freedom e solicite uma proposta
 
 

Desafios na precificação do cálculo de frete

 
Um estudo conduzido em 2015 pela ComScore com e-consumidores de todo mundo revelou que em 58% dos casos os consumidores abandonam o carrinho após se deparem com um valor de frete mais alto do que o esperado.

Para driblar isso, lojistas tentam os mais diversos meios para precificarem o frete de maneira competitiva, mas combinando a complexidade na formação de preços de transportadoras, a limitação de volume para conseguir melhores negociações de frete, a necessidade de alinhamento ao mercado e rápida resposta a mudanças, vários e-commerces acabam limitando seus embarques com os Correios, o que nem sempre é a melhor opção.

Atualmente, algumas ferramentas estão disponíveis para ajudar o lojista nesta árdua tarefa, desde a organização de tabelas de frete e rastreamento de cargas até a simplificação ampla do processo de entrega por meio de serviços especializados.
 
+ Tenha acesso às melhores transportadoras do país com preços acessíveis
 
Além desses aspectos, é preciso ficar atento a alguns pontos cruciais para manter a saúde do seu e-commerce:
 

Influência da cubagem no cálculo do frete

 
Confrontadas com algumas limitações referentes à precificação de frete no mercado, empresas de logística definiram um cálculo que chamamos de cubagem, peso cubado ou peso cúbico das encomendas, visando a padronização de um coeficiente que levasse em conta as duas principais variáveis para o cálculo de frete: peso e espaço.
 
O cálculo de cubagem é simples e envolve apenas contas de multiplicação e divisão. Para fazer esse cálculo você precisa:

  • Ter o seu produto devidamente embalado.
  • Saber o peso da sua encomenda.
  • Medir as dimensões da sua encomenda.
  • Saber qual é o coeficiente divisor da sua transportadora.

 
Esses aspectos resultarão na seguinte fórmula:
 
Peso cubado = (Comprimento x Largura x Altura) ÷ 6000
 
Por padrão, as transportadoras sempre comparam o peso físico e o peso cubado e incidem a precificação sobre o maior resultado encontrado. Para minimizar as impressões ao cliente final e reduzir o peso cubado nas suas encomendas, você pode adotar medidas como as listadas a seguir:
 

  • Não acomode produtos pequenos em caixas grandes demais.
  • Se você envia produtos montáveis, estude a possibilidade de enviá-los desmontados para o cliente.
  • Procure saber o fator de cubagem da sua transportadora e faça o cálculo sempre que possível.
  • Verifique se as tabelas enviadas pela sua transportadora consideram a precificação por peso real ou por peso cubado.

 

Frete grátis: vale a pena ou não oferecer?

 
Na hora de realizar o cálculo de frete, muitos lojistas cogitam adotar políticas de frete grátis para se diferenciar da concorrência e atrair mais clientes. No entanto, adotar ou não uma política de frete grátis em um e-commerce implica, na maioria dos casos, em abrir mão de uma parte da margem de lucro sobre os produtos.

Por isso, uma correta determinação de custo e cálculo de frete para os itens vendidos, informação de prazos e regras de entrega, além de monitoramento permanente dos indicadores relacionados, são essenciais na rotina da gestão de uma loja virtual.

Apesar de exigir cautela, o oferecimento de frete grátis pode ser utilizado como uma estratégia pontual para e-commerces conquistarem novos consumidores.
 
+ Conheça as melhores práticas de frete grátis para seu e-commerce
 
 
Você tem alguma dúvida sobre como calcular corretamente o frete no seu e-commerce? Compartilhe com a gente, ficaremos felizes em ajudar!